3 de mai de 2008

Tocha passa ilesa por Macau

Milhares de pessoas acompanharam o Revezamento da Tocha Olímpica em Macau, um dia depois de ter passado sem incidentes por Hong Kong, onde começou o percurso pelo território chinês antes de chegar a Beijing. Em Hong Kong, o protesto ficou por conta da atriz Mia Ferrow. Segurando uma Tocha simbólica contra o genocídio, a atriz americana Mia Ferrow, defensora da causa pró-Darfur disse, em Hong Kong, estar "repugnada" com a relutância das empresas em fazer pressão sobre o governo chinês para ajudar a solucionar o conflito no Sudão Ocidental. "É medo e cobiça o que sentem os patrocinadores. A história notará este silêncio" - alegou Mia Ferrow, que encabeça o grupo de pressão Dream for Darfur. A luta por causas humanitários e os conflitos civis em Darfur resultaram na perda de aproximadamente 300.000 vidas ao longo dos últimos cinco anos. Já em Macau, num dia ensolarado, a chama completou sem problemas os 27 quilômetros do trajeto pelas ruas da ex-colônia portuguesa, devolvida à China em 1999. Pessoas vestidas de vermelho portando bandeiras chinesas acompanharam a passagem da Tocha pelos grandes cassinos de Macau, como o Venetian, o Wynn Macau e o Gran Lisboa, permitidos no pequeno território de 28 km2 no sul da China, que rivaliza com a cidade americana de Las Vegas. Aproximadamente 2.200 policiais foram mobilizados para patrulhar o percurso da Tocha, cuja duração foi reduzida de sete para três horas. Cento e vinte pessoas participaram do evento. O multimilionário octagenário Stanley Ho, que durante quatro décadas até 2002 ostentava o título "o rei do jogo", por deter o monopólio das casas de apostas de Macau, foi um dos participantes do revezamento. Os cassinos representam a principal indústria de Macau, de 450.000 habitantes, desde que a China reassumiu a soberania sobre a província. Em 2007, os lucros dos cassinos chegaram a 10,4 bilhões de dólares, uma alta de 46% em um ano, aproximando-se dos ganhos de Las Vegas, que continua sendo a capital mundial do jogo. A ex-colônia portuguesa soma atualmente com 29 cassinos, o que equivale a mais de 4.300 mesas de jogo. Depois de passar por Macau, a tocha olímpica segue para a ilha meridional chinesa de Hainan.

Redação Sport Marketing

Ronaldo perde primeiro contrato

O atacante Ronaldo Fenômeno perdeu o primeiro contrato após o escândalo envolvendo travestis no Rio de Janeiro (ver matéria no arquivo Sport Marketing: "Fase nada fenomenal de Ronaldo"). De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", a empresa TIM, de telefonia celular, teria rompido o compromisso publicitário que tinha firmado com o atacante do Milan. O colunista disse que a empresa fez uso de uma cláusula contratual, que prevê a ruptura em caso de envolvimento em algum episódio que possa causar uma imagem negativa à marca. De acordo com a publicação, o valor referente ao contrato deste ano giraria na casa dos US$ 4,8 milhões. Ronaldo já teria recebido US$ 1,8 milhão, ou seja, perderia US$ 3 milhões. Ronaldo está em Angra dos Reis, na casa da mãe, em depressão. A assessoria de imprensa do jogador desmentiu a notícia publicada na coluna do jornalista Ancelmo Góis. "Não há rescisão alguma. O Ronaldo teria que ser processado, julgado e condenado em primeira instância, para que qualquer contrato publicitário que ele tenha seja rescindido de forma unilateral - explicou Felipe Bruno, assessor do "Fenômeno". A assessoria do jogador informou ainda que a empresa de telefonia irá divulgar uma nota oficial nesta semana, esclarecendo o caso à imprensa. Segundo a assessoria de imprensa da TIM, a empresa está analisando o caso, porém não tomou nenhuma medida. Eleito por três vezes o melhor do mundo, ganhador de duas Copas e dono de um patrimônio de 250 milhões de dólares, o Fenômeno é o mais bem-sucedido jogador de futebol da atualidade. O sucesso dele remete ao de outro brasileiro: Pelé, o primeiro a ganhar fama mundial pelos feitos nos gramados.

Redação Sport Marketing

Benfica pode vir ao Brasil na despedida de Romário

O Benfica pode vir ao Brasil jogar em São Januário um amistoso contra o Vasco da Gama. O jogo seria ideal para a despedida de Romário, que anunciou aposentadoria no último dia 14. Segundo Eurico Miranda, presidente do clube, o time português já tem até uma data para vir ao Brasil. O contato entre Vasco e Benfica para a realização deste amistoso foi feito inicialmente no final de 2007.

Redação Sport Marketing

Ingleses assediam Felipão

Dois times ingleses, Manchester City e Chelsea, estão assediando o técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari. Felipão, cujo contrato com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) termina após a Euro 2008, esteve em Stamford Bridge e reuniu-se com o empresário Jorge Mendes, num conhecido restaurante de Londres. O central Ricardo Carvalho também jantou com a dupla. De acordo com a imprensa inglesa, o empresário tailandês Thaksin Shinawatra, o dono do City, ofereceu 3,2 milhões de euros por ano a Scolari para tentar convencê-lo a mudar-se para Manchester. Já o Chelsea também está atento à possibilidade de contratar Scolari para ocupar o lugar de Avram Grant.

Redação Sport Marketing