3 de mar de 2008

SulAmérica Auto investe em ciclovia carioca

A SulAmérica Auto estará investindo uma verba total de R$ 10 milhões numa ciclovia que será a segunda maior da América Latina (perde apenas para Bogotá). A quantia inclui campanha publicitária e é válida para cinco anos. A meta é cativar a população do Rio de Janeiro com um serviço que alia a preocupação com a ecologia e o carinho que o carioca tem com a Cidade Maravilhosa. A SulAmérica firmou acordo com a prefeitura para manutenção do trecho e reparo e ampliação dos bicicletários instalados ao longo da orla. A ciclovia tem 140 quilômetros e passa por algumas das mais belas paisagens do País. "Fomos orientados a buscar algo de impacto para reforçar a posição da marca no mercado carioca", diz Aaron Sutton, sócio e diretor de criação da agência MPM Propaganda.

Redação Sport Marketing

China estará livre de ressaca econômica pós-olímpica

"O grande volume econômico e a grande quantidade de opções vias de investimento na China, sobretudo na indústria e na modernização das infra-estruturas, fará evitar uma recessão motivada pela quebra dos investimentos após os Jogos Olímpicos"- essa é a opinião de Justin Yifu Lin, em entrevista ao jornal estatal China Daily. "Acabei de fazer uma viagem à Europa onde me perguntaram se a China poderia enfrentar uma recessão pela queda nos investimentos depois dos Jogos Olímpicos. A minha resposta sempre foi "não" -acrescentou Justin Yifu Lin. A capital chinesa recebe entre 08 e 24 de agosto os Jogos Olímpicos de Verão e diversos observadores têm adiantando previsões de uma eventual contração econômica no país depois do evento, consequência de uma possível quebra nas bolsas de valores chinesas e nos preços do imobiliário e de outros ativos. A bolsa doméstica e o mercado imobiliário chinês vivem uma situação de bolha, que faz muitos economistas acreditar que explodirá na ressaca dos Jogos Olímpicos, quando o governo tiver menos incentivos políticos para evitar uma recessão. Justin Yifu Lin afirmou que a China vai evitar a ressaca pós-olímpica, porque está ainda num processo de industrialização e pode contar também com outras fontes dinamizadoras de investimento. O economista destacou sobretudo os dois grandes eventos de 2010 - a Exposição Mundial de Xangai (centro econômico e financeiro e da China) e os Jogos Asiáticos que serão disputados em Cantão, capital da província meridional de Guangdong, fonte da maioria das exportações chinesas.

Redação Sport Marketing

Nike preocupada com inclusão social

Dois projetos brasileiros — um profissionalizante, que usa o futebol como ferramenta de aprendizado e inserção social, e outro que oferece informação de utilidade pública via torpedo de celular a jovens pobres — estão entre os 16 finalistas de um concurso internacional promovido pela fabricante de artigos esportivos Nike em parceria com a organização não-governamental Ashoka/Changemakers. Ao todo, 282 iniciativas de 69 países se inscreveram no prêmio, chamado Todo Mundo pode Mudar o Mundo: Esporte para um Mundo Melhor. A escolha dos finalistas foi feita por um júri composto seis pessoas ligadas à área, entre eles o presidente da Nike, Mark Parker, o ala do Chicago Bulls Luol Deng e o presidente do Barcelona, Joan Laporta. A seleção dos três vencedores, que receberão US$ 5 mil, foi feita a partir de votação na página da premiação. O resultado será divulgado no próximo dia 8. O principal objetivo da competição é identificar projetos que usam o esporte de maneira inovadora para promover a inclusão social e o desenvolvimento humano. Um dos brasileiros finalistas, o projeto 0800 Rede Jovem tem como foco ampliar as oportunidades para a juventude de baixa renda, oferecendo informações sobre trabalho, educação, esporte e serviços públicos a partir de mensagens de texto para celular (torpedos). Hoje, a iniciativa beneficia 500 jovens entre 17 e 24 anos de cinco comunidades pobres: Complexo do Alemão e Complexo do Maré, no Rio de Janeiro, Madureira (Rio de Janeiro), Val Paraiso, em Santo André (São Paulo), e Primeiro de Maio, em Vila Velha (Espírito Santo). Todo dia útil, a ONG envia dicas de esporte ou cultura aos beneficiários. "Normalmente, o conteúdo das mensagens enviadas são aulas direcionadas ou vagas em grupos que estão praticando alguma modalidade esportiva, locais disponíveis para prática de esporte e inscrição para grupos", diz a coordenadora do projeto, Alice Gismonti. Embora o esporte seja apenas uma das abordagens da ação, a ONG possibilitou que 23% dos beneficiários se inscrevessem em alguma modalidade esportiva, de acordo com pesquisa trimestral realizada pela entidade. O outro finalista, o Programa Vencer, está, além do Brasil, no Equador e no Uruguai. Ele usa o futebol para desenvolver nos jovens habilidades comportamentais que podem ser úteis no mercado de trabalho. "Em vez de você falar teoricamente do trabalho em equipe, por exemplo, você põe os meninos e meninas numa partida de futebol e, junto com eles, reflete o que funcionou ou não. Várias coisas são muito importantes para o jogo e para o mundo do trabalho, como saber se expressar, comunicação, respeito, disciplina", afirma a diretora do programa, Claudia França. Os beneficiários têm entre 16 e 24 anos, são todos de regiões pobres do Rio de Janeiro e recebem uma formação que inclui atividades esportivas, aulas de informática, reforço de português e matemática e cursos profissionalizantes. "Todas as oportunidades educativas são direcionadas para o trabalho", diz Claudia. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) está apoiando a divulgação do prêmio Todo Mundo pode Mudar o Mundo. A agência da ONU é parceira da Nike na Rede Esporte pela Mudança Social, que no Brasil tem a participação de 23 entidades, além de atletas e ex-atletas profissionais.

Redação Sport Marketing

Londres faz marketing dos Jogos nos Jogos

O LOCOG - Comitê Organizador dos Jogos de Londres 2012 e a Transport for London, companhia de transportes londrina, estão organizando a viagem de um típico ônibus vermelho de dois andares a Beijing. O objetivo é fazer o marketing dos próximos Jogos que acontecerão na capital britânica daqui há 4 anos. A aventura, segundo informou hoje o jornal britânico Evening Standard, irá custar 450 mil libras esterlinas e terá cinco motoristas que durante três meses irão percorrer cerca de 7.500 quilômetros. Segundo o prefeito de Londres, Ken Livingstone, a viagem do "double-decker", como são chamados estes ônibus em inglês, "irá celebrar as ligações culturais e econômicas entre a Grã-Bretanha e a China e irá apresentar ao mundo os transportes londrinos". Não faltaram críticas à idéia. Hugh Robertson, o ministro para as Olimpíadas, Hugh Robertson, pertencente à oposição, disse que "seria melhor investir este dinheiro na retomada do esporte de base na capital, que é aquilo que a cidade havia prometido ao Comitê Olímpico, ao invés de desperdiçá-lo em operações promocionais bestas". O conselheiro municipal Darren Johnson comentou, por sua vez, que "o prefeito faria melhor se preocupasse em como fará para que as pessoas cheguem aos Jogos com os trens ao invés de com os aviões".

Redação Sport Marketing

Williams renova com Hamleys

A escuderia de Frank Williams estendeu contrato de patrocínio com a Hamleys, rede de lojas internacional de brinquedos. Os valores da renovação não foram divulgados. Hamleys, que é parceira da Williams desde 2004, assinou um novo acordo de patrocinício que garante à loja a exposição do logotipo nas laterais do caro. Frank Williams comentou: "Hamleys já é um longo parceiro da Williams e nós estamos muito felizes que o compromisso atual mostra o sucesso do nosso relacionamento hoje. O aumento do suporte de marcas fortes como a Hamleys irão nos dar um portifólio de parceiro de valiosa presença internacional." Na semana passada, a T&T Williams anunciou mais dois patrocinadores para a temporada 2008 da F1: All Saints e mydiamonds. Veja mais detalhes sobre essa notícia no nosso arquivo.

Redação Sport Marketing

McDonald´s leva crianças a Beijing

Desde que Mary Dillon (foto) assumiu o comando oficial do marketing global do McDonald´s, em outubro de 2005, ela tem trabalhado para fortalecer a companha "I'm lovin' it" (Amo muito tudo isso), a qual ela caracteriza como de alto nível, com uma incrível capacidade de memorização da marca pelo consumidor em todo o mundo usando apenas cinco palavras. Como parte deste esforço, ela está capitaneando a equipe de marketing dos Jogos Olímpicos de Beijing. O plano é amplo e também envolve toda a rede dos restaurants McDonald´s em competições em 30 países. A finalidade é selecionar 200 crianças para ver os Jogos. "Os valores olímpicos se conectam com os valores do McDonald´s. Para tornar esse envolimento vitalício, nós criamos diversões para os nossos clientes em todo o mundo" - disse Mary Dillon. "Como patrocinador do Movimento Olímpico, o McDonald´s está colaborando por um mundo melhor, inspirando o espírito de equipe, a diversão e o prazer das pessoas no mundo todo, tomando como mola propulsora a celebração magnífica dos Jogos Olímpicos" - acrescentou. "As crianças selecionadas pelo McDonald´s encontrarão atletas, viajarão aos lugares que a maioria das pessoas não poderiam viajar, verão os Jogos e aprenderão sobre os aspectos culturais e históricos da China. Algumas das crianças serão selecionadas pelo interesse no jornalismo, pois desenvolverão blogs e relatórios para dizer a outras crianças ou para a sua comunidade local sobre a experiência olímpica que estarão tendo" - esclareceu Mary. A escolha das crianças será realizada de modos diferentes em cada país. O McDonald´s é patrocinador TOP do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional - desde 1997 e já renovou contrato até 2012. Porém, o livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros - destaca que o compromisso da rede de alimentação a varejo com o Movimento Olímpico começou em 1968, quando a empresa enviou hamburgueres para os atletas dos Estados Unidos durante os Jogos de Inverno em Grenoble, França.

Redação Sport Marketing

Sochi já anunciou o mascote de 2014

A população de Sochi, cidade anfitriã dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2014, já escolheu a mascote dos Jogos. Será um golfinho o porta-voz do evento na cidade da Rússia. O golfinho concorreu ao cargo de mascote com um urso polar, bolas de neve "esquiadoras" e uma espécie de Papai Noel. O mamífero aquático é o mais popular na votação pública. A mascote será anunciada oficialmente apenas em 2011. Viktor Zubkov, Primeiro Ministro russo disse no início do mês passado que o governo repassaria US$3.3 bilhões para as construções das instalações dos Jogos.
Essa é aprimeira vez que a Rússia estará hospedando os Jogos. Moscou hospedou os Jogos de Verão em 1980, mas o evento ficou marcado pelo boicote encabeçado pelos Estados Unidos envolvendo mais de 60 países.

Redação Sport Marketing

BSWW estende contratos na Ásia

A Beach Soccer World Wide (BSWW) assinou um contrato de parceria com a Total Sports Asia para a distribuição exclusiva dos direitos de mídia do futebol de areia na Ásia. Os valores não foram divulgados. De acordo com o contrato, a TSA será a detentora dos direitos de tv, banda larga e telefonia celular em todos os territórios asiáticos, menos no Oriente Médio, até 2009. Os direitos incluem a European Beach Soccer League (Liga de Futebol de Praia da Europe), Fifa Beach Cup Qualifying Matches (jogos classificatórios para a Copa de Futeol de AREIA) e várias outros eventos internacionais. "O Beach Soccer oferece uma grande alternativa para os fãs na Ásia. A areia exige que os jogadores possuam habilidades com a bola, muitas vezes não istos no futebol de campo. É um ótimo programa para as grades de programação dos canais de televisão" - disse Julian Jackson, gerente de mídia da TSA. A BSWW é a empresa licenciada FIFA para promover todas as competições de Beach Soccer no mundo, organizando vários eventos internacionais. A companhia é baseada em Barcelona e seu gerente geral é Fulvio Danilas.

Redação Sport Marketing

Sohu.com aumenta as vendas graças aos Jogos

Sohu.com, o maior portal de Internet na China, e um dos dez patrocinadores locais dos próximos Jogos Olímpios, completou dez anos em Beijing. Neste período, o Sohu se tornou líder no mercado de internet chinês. A expectativa é que neste ano, graças ao megaevento, o faturamento triplique. Como os Jogos o Sohu.com espera atrair ainda mais usuários e um aumento significativo dos anunciantes interessados em publicidade em sites com abordagem nos Jogos. O Sohu.com acredita que o evento irá impulsionar a renda de publicidade em mais ou menos 40% no primeiro trimestre de 2008. Nos últimos quarto meses as empresas ligadas ao plano de marketing dos Jogos, patrocinadores e fornecedores quase dobraram os gastos em publicidade no portal - um aumento de 74% com relação ao ínicio do ano passado. Conseqüentemente, as empresas rivais aos patrocinadores olímpicos tomaram as mesmas medidas. Como resultado, estima-se que o mercado de publicidade da China pode crescer em 60% a 70%. Além de TV, Sohu.com tem canal interativo 24 horas. Durante os Jogos, os atletas poderão se comunicar com os amantes do esporte via a plataforma Sohu.com que também fará a cobertura do Revezamento de Tocha como patrocinadora local oficial.

Redação Sport Marketing