13 de fev. de 2008

Olympia se prepara para a cerimônia da Tocha

Quem já esteve em Olympia, como eu, e teve o prazer de ler e estudar a história dos Festivais Olímpicos da Antiguidade Grega e a história do marketing olímpico, sob a sombra das árvores coloridas e perfumadas dos sítios arqueológicos, sentiu profundo pesar com os incêndios que, no ano passado, assolaram essa região sagrada da Grécia. Árvores de mais de 2800 anos foram queimadas, no sítio arqueológico, no Monte Olimpo e no Templo de Hera, local onde as sacerdotisas acendem a chama dos Jogos Olímpicos. Trazer de volta as flores brancas e roxas do santuário de Olympia é uma missão que está sendo realizada em larga escala e a passos largos, afinal, em 24 de março a chama olímpica será acesa e Olympia volta a ser o foco dos olhos do mundo do esporte. Mais de 30.000 novas mudas de ciprestes, oliveiras, louros, arbustos e árvores estão sendo plantadas para a cerimônia, que acontece desde 1936, quando foi instituído o Revezamento da Tocha Olímpica para os Jogos Berlim. "Estamos trabalhando sete dias por semana" - disse o supervisor do projeto, George Lyrintzis. "Já completamos 75 % do trabalho em ritmo intenso. As plantações serão concluídas até o final deste mês. Grande parte da paisagem original foi perdida, mas visando recriar o cenário descrito antigos viajantes mais de 1800 anos atrás estamos usando plantas e espécies locais, com exceção de 3000 ciprestes importados da Itália" - acrescentou Lyrintzis, um alto funcionário da Agricultura National Grega. Os 50 hectares que estão sendo replantados inclui o Monte Olympo, as margens do rio, bem como os arredores do túmulo onde está enterrado o coração do Barão de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos modernos, que fica dentro das terras da IOC - International Olympic Academy - Academia Olímpica Internacional. O replantio de toda a área devastada pelo fogo em Olympia irá custar cerca E.U. $ 3,9 milhões. Parte dessa verba foi uma doação da John S. Latsis Public Benefit Foundation, que irá oferecer mais E.U. $ 1,9 milhões para que o trabalho de reflorestamento siga na cidade antiga de Olympia até 2010. Algumas curiosidades: o Revezamento da Tocha Olímpica foi uma idéia de Carl Diem, presidente do comitê organizador dos Jogos de Berlim. A fabricante grega de produtos ópticos Zeiss foi convidada pelo Comitê Olímpico Grego a fornecer o espelho reflexivo dos raios solares responsável por acender a chama. A Daimler Benz foi responsável pela logística de transporte da Tocha e a Krupp Steel criou a tocha e o sistema de manutenção da chama. Estas e outras curiosidades são encontradas no livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros.

Vem aí o Comitê Organizador da Copa de 2014

Os próximos 15 dias serão decisivos para a criação do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014. Este foi um dos anúncios do presidente da CBF Ricardo Teixeira, durante a cerimônia de posse do sexto mandato dele à frente do órgão. "O Comitê Organizador da Copa de 2014 será criado ainda este mês. Terei que formar o Comitê, procurar um local para ele trabalhar e começar a montar toda a estrutura que a Fifa exige. É preciso que o comitê comece a analisar as cidades-sedes que têm potencial para receber a Copa do Mundo já que esta decisão tem que acontecer e ser enviada para a Fifa até o fim do ano" - disse Ricardo Teixeira que pretende reunir os melhores profissionais do país, nas suas respectivas áreas, para trabalhar na promoção e organização do Mundial. Cinco cidades já foram escolhidas: Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Outras cinco vagas estão abertas.Enquanto isso, em Madrid, o jogador Júlio Baptista divulgava a Copa de 2014 em uma feira de turismo em Madrid.

Chicago 2016 merchandising na internet

O Comitê Organizador da candidatura de Chicago para os Jogos Olímpicos de 2016 abriu uma loja online, onde pode-se comprar, camisetas, bonés, camisas, blusões com o logo da candidatura de Chicago 2016, disponíveis em várias cores e tamanhos. Tem produto para todos os gostos. As camisetas são os produtos mais baratos ($15,99) e os blusões de frio os mais caros ($49,98). As compras podem ser feitas com o cartão VISA -patrocinador olímpico. G. Patrick Ryan,presidente e CEO do Comitê Organizador da Candidatura de Chicago está confiante com a aceitação por parte dos consumidores dos produtos de merchandising e disse que "em ano olímpico as pessoas ficam mais sensibilizadas com o espírito dos Jogos e serão capazes de mostrar seu apoio à candidatura de Chicago por meio do vestuário ". Esta é a primeira vez que o comitê da candidatura de Chicago 2016 usa o logo oficial que caracteriza-se por uma estrela de seis pontas que representa esperança, o respeito, harmonia, amizade, excelência e festa. Acesso à loja on-line está disponível no site oficial Chicago. Veja logo abaixo na nossa lista de links. Chicago está concorrendo com Baku; Doha; Madri; Praga; Rio de Janeiro e Toquio.

Bell Canadian e VANOC lançam olimpíada cultural

A Bell Canadian e o VANOC - Vancouver Organizing Committee - Comitê Organizador dos Jogos Olímpico de Paraolímpicos de Vancouver 2010 lançaram hoje o logo comemorativo que sela a parceria da empresa de telecomunicações como parceira da Olimpíada Cultural de 2010. O lançamento do logo culmina com um longo dia de comemorações da contagem regressiva de dois anos para os próximos Jogos de Inverno. "A Bell tem uma longa história de patrocínio ao esporte e à cultura", disse John Furlong, diretor executivo do VANOC. "Estamos entusiasmados com a parceria da Bell Canada's rico patrimônio cultural e vibrante comunidade artística em todo o país e em todo o mundo." Em 2007, a Bell lançou uma iniciativa única para angariar fundos para os atletas canadenses dos Jogos de Inverno. A Olimpíada Cultural é um evento que começa neste ano e durará até 2010 com uma série de três festivais que irá mostrar o melhor das artes e da cultura canadenses, além de mais de 300 eventos gratuitos ao ar livre. Todo o programa pode ser visto na www.vancouver2010.com. A Bell Canadian é patrocinadora local ao lado de HBC, RBC, GM, PetroCanada, Rona. A Bell iniciou a parceria com o VANOC em outubro de 2004, quando foi selecionada como patrocinadora exclusiva oficial de telecomunicações. Conforme o contrato, a Bell irá fornecer serviços de comunicações necessários para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno em Vancouver e Whistler, incluindo sistemas de telecomunicações, radiodifusão e serviços para o portal Internet. Bell´s é a maior empresa de comunicação do Canadá.

Wayne Rooney, Cristiano Ronaldo e Carlos Tevez juntos

A pequena Northwich, na Inglaterra, tornou-se o centro das atenções do mundo do esporte - ao menos por algumas horas. As estrelas do Manchester United Wayne Rooney, Cristiano Ronaldo e Carlos Tevez agitaram na cidade na filmagem de um anúncio de TV da Nike. O comercial foi gravado no Marston Arena, que se transformou em um cenário do melhor estilo hollywoodiano. Mais de 300 pessoas participaram do elenco do comercial.

Sport Marketing - mais de 1.000 visitas em 8 dias

O Sport Marketing entrou no ar no dia 05 de fevereiro com a missão de trazer as melhores notícias nacionais e internacionais sobre marketing e patrocínio esportivo. Em 8 dias alcançamos a marca de mais de 1000 (mil) visitas - um número digno de medalha e de comemoração! Parabéns para você! Essa medalha é toda sua que não perde nenhuma novidade desse mercado e que sabe onde buscar informação de qualidade! Agradecemos a você essa marca e, principalmente, por ter se tornado nosso amigo e nosso cliente! É muito bom saber que do outro lado da telinha está você, sempre disposto a prestigiar o trabalho da equipe Sport Marketing a qualquer momento e em qualquer lugar. Siga conosco e faça parte desse time show de bola - o Sport Marketing é um espaço dedicado exclusivamente para você consumidor exigente e formador de opinião. Nossa meta é transformar o Sport Marketing no ponto de encontro oficial dos profissionais de jornalismo, marketing, marketing esportivo, publicidade, propaganda, gestão administrativa, direito...enfim, um local onde os fãs do esporte encontrem prazer em se informar. No Sport Marketing, a notícia é tratada com seriedade e você é tratado como um amigo. Participe, escreva prá gente. Envie pautas, releases, sugestões para sptmarketing@gmail.com . Mais uma vez, PARABÉNS pela conquista! O Sport Marketing existe porque você existe e a sua participação é CAMPEÃ! Como diria o Rei, 1000 já é passado, nossa meta agora é 1 milhão! Welcome!
Deborah Ribeiro - Diretora equipe Sport Marketing

Museu Olímpico faz exposição sobre Beijing

O Museu Olímpico, em Lausanne está realizando uma mega exposição da China em comemoração à realização da vigésima nona edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.
Beijing 2008 é a maior exposição olímpica jamais realizada no Museum. A exposição traz grandes momentos na história do esporte olímpico na China, uma país em constante transformação. Os visitantes são convidados a acompanhar essa evolução, movendo-se de um circuito tradicional para uma China contemporânea. A mostra traz exposições de fotos, interatividade, demonstrações, performances, documentários, kits educativos, visitas guiadas e ateliers. A exposição é acompanhada por um monitor de caligrafia e o desempenho da música tradicional Guangdong. O evento no Museu Olímpico continua até Outubro. O Museu Olímpico recebe donativos de empresas como: Adidas (Germany),Alfried Krupp, Von Bohlen und Halbach-Foundation (Germany), Aigo (China), Alfried Krupp, Von Bohlen und Halbach-Foundation (Germany), Asahi Breweries, Ltd. (Japan), Asics (Japan), Atos Origin, Bank of China (China), Baosteel (China), Bertelsmann-UFA (Germany), Brother (Japan), The Coca-Cola Company (USA), Daimler Chrysler (Germany), The Dowa Fire & Marine Insurance Co, Ltd. (Japan)European Broadcasting Union/Union Européenne de Radiodiffusion (EBU), Fujitsu (Japan), Hitachi (Japan), The Hankook Ilbo & The Korea Times (South Korea), IBM (USA), ISL Dentsu (Japan), Japan Airlines, John Hancock, Mutual Life Insurance Company (USA), Kirin Brewery Ltd.(Japan), Kodak (USA), La Caixa, Caja de Pensiones, Barcelona (Spain), Mitsubishi Electric Corporation (Japan), Mizuno (Japan), NAOC (Japan), NBC Sports (USA), NEC Corporation (Japan), Nutrexpa Cola Cao (Spain), OTI Organización de la Televisión Iberoamericana, Panasonic (Japon), Pola Cosmetics (Japan), Samsung (Korea), Samsung Foundation of Culture (Korea), Sapporo Breweries Ltd. (Japan), Seiko Corporation (Japan), Sinopec (China), Suntory (Japan), Time Warner (USA), Toshiba (Japan), Toyota (Japan), UBS AG (Financial Services Group).

Empresa oferece clubes a 50 euros em Portugal

Lembra-se da iniciativa «My Football Club», em que cerca de 50 mil adeptos juntaram-se para comprar um clube inglês? O projeto chegou a Portugal e apresenta moldes semelhantes. Em www.donosdoclube.com, você pode descobrir os detalhes sobre o conceito que promete criar condições para a entrada no capital de um emblema da Liga portuguesa. Quer ser dono do Benfica, F.C. Porto ou Sporting? Escolher treinador, comprar e vender jogadores, decidir a táctica e os eleitos para cada jogo? A empresa Global Key espera, através de «Donos do Clube», oferecer essa possibilidade a quem estiver disposto a pagar 50 euros. Em suma, os promotores da iniciativa têm como objetivo juntar 100 mil adeptos e garantir uma verba em torno de 4 milhões de euros. Dos 50 euros, 10 serão para a gestão do projeto. O depósito irá manter-se por um ano, até tornar-se possível a compra de um clube com projeção em Portugal. Na Inglaterra, os adeptos que aderiram ao «My Football Club» assistiram a negociações com vários emblemas, mas a aposta acabaria por recair no Ebbsfleet United, do quinto escalão. O treinador manteve-se, mas teve de passar a obedecer aos desejos dos adeptos, em relação à formação da equipe para cada fim-de-semana. Atualmente, a equipe está na 8ª colocação do campeonato. A decisão mais recente dos adeptos passou pelo acordo com a Nike para fornecer os equipamentos para a temporada 2008/09. "Os pré-registos continuam a aumentar todos os dias, apesar de só termos aprovado a campanha de marketing esta semana. Os registros com pagamento de quota começarão a 25 de fevereiro" - disse Bruno Nunes, um dos promotores da iniciativa "Donos do Clube". "Estamos negociando com algumas marcas, que pretendem entrar futuramente no clube para tentar chegar aos 4 milhões de euros por outros meios. Acreditamos que será possível, mas é muita gente. Em Inglaterra, o projeto chegou aos 50 mil membros. O mínimo-limite para nós avançarmos será os 40 mil", considera Bruno Nunes. Os responsáveis pelo projecto encontram dois fatores de motivação: a frágil situação financeira de vários clubes portugueses e a enorme quantidade de treinadores. Os promotores do "Donos do Clube" depositam nos adeptos a responsabilidade de decidir a equipe para cada jogo: "Isso vai ser decidido pelos próprios membros. A decisão chegará até à equipe técnica, assim como as sugestões de contratação de jogadores". As pré-inscrições para o donosdoclube.com já estão abertas.Um projeto tudo a ver com o Brasil, onde a torcida já manda mesmo nos times de futebol, não acha?

As emissoras detentoras dos direitos de transmissão e radiodifusão dos Jogos de Beijing começam a se preparar para ir à China


Cerca de 150 empresas de radiodifusão, fabricantes e engenheiros irão enviar funcionarios para a China. A BBC, por exemplo, vai gastar mais de £ 1million para mandar um verdadeiro exército cobrir os Jogos. Em contrapartida, a ITV e Channel 4 vão mandar cada 20 funcionários e a Sky 30. A decisão da BBC, vem num momento de redução de custos da empresa e tem causado indignação na Inglaterra. A BBC, além de mandar equipamentos para Bejing, também vai alugar estúdio dentro do IBC - International Broadcast Center - durante os 16 dias de Jogos. Cada funcionário vai custar em média para a emissora £ 500 por dia, incluindo despesas. O alto custo levantou a suspeita de John Whittingdale, presidente da Cultura, Mídia e Esporte da Inglaterra que disse que o grande número de pessoas necessárias para a transmissão da BBC "levanta a questão da eficiência". A BBC recusou-se a confirmar os detalhes do custo operacional e salientou, no entanto, que o número de funcionários caiu significativamente em 380 pessoas do que foi enviado para Atenas 2004 e que estes funcionários iriam proporcionar um incomparável 2750 horas cobertura de 28 modalidades desportivas. Brincar de transmitir Jogos Olímpicos, custa caro, ainda mais do outro lado do Hemisfério.