5 de dez de 2008

PureSport satisfeita com efeito Phelps

A PureSport, nova bebida isotônica com proteína, está mais do que satisfeita com o efeito mercadológico Michael Phelps. Depois das oito medalhas douradas de Phelps nos Jogos Olímpicos de Beijing, a bebida isotônica com proteína ganhou prateleiras especiais nas maiores lojas do ramo e, agora a marca vibra com o endosso da imagem do nadador. Phelps, que ganha por ano cerca de US$ 5 milhões como garoto-propaganda de várias marcas, assinou um contrato que lhe garante 5% de participação acionária da empresa e mais três nadadores americanos - Aaron Peirsol, Brendan Hansen e Ian Crocker. O contrato fechado pelos nadadores e a pequena companhia pode entrar para a história do marketing esportivo. Durante os Jogos de Beijing, toda vez que Phelps saía da piscina, com um recorde ou não, carregava uma garrafa da bebida. "No meio da competição, as pessoas batiam na minha porta para saber o que eu tomava e se eles podiam ter também"- disse Phelps. Segundo o empresário Terry Gilmore, que colocou US$ 5 milhões na PureSport em janeiro, o recordista de medalhas de ouro em uma única olimpíada foi o fator decisivo para o crescimento da marca em tão curto espaço de tempo. Para o chefe-executivo da Platinum Rye Entertainment, uma empresa que agencia celebridades na mídia, o vínculo estreito com uma pequena empresa recém-criada é um grande risco. "Se não der certo, ele vai querer ser associado com uma companhia fracassada?"- questionou. Mas no caso de Phelps, está funcionando. (ler matérias arquivo Sport Marketing: Michael Phelps lança bebida nutricional; Sport Marketing: Phelps é a marca americana; Sport Marketing: A nova onda de Phelps; Sport Marketing: Debbie Phelps segue as braçadas do filho).

Redação Sport Marketing