1 de dez de 2008

Coca-Cola enfrenta crise sem abandonar esporte

A Coca-Cola, maior fabricante de refrigerantes e bebidas do mundo e patrocinadora de mega eventos esportivos, como Jogos Olímpicos, Copa do Mundo, Copa da UEFA e Campeonato Europeu, anunciou que, apesar da crise financeira mundial, seguirá com as ações em marketing esportivo. Falando à Reuters, o presidente da Coca-Cola de operações na Europa, Dominique Reiniche, disse que a Coca-Cola continuará a investir no esporte e, principalmente, no futebol. "Nós não nos vemos como patrocinadores, mas sim como parceiros" - disse ela. "Vamos rever alguns orçamentos, naturalmente - quando o rendimento é mais baixo, é necessário adaptar as despesas. Mas, o que posso prometer é que vamos ficar firmes nas nossas metas e apoiando os principais eventos de esportes, não importa o que aconteça" - acrescentou. A Coca-Cola prorrogou o acordo com o IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) e é a única empresa do programa TOP de marketing do COI a estender o contrato até até 2020. Reiniche também acrescentou que a Coca-Cola irá continuar a investir em eventos esportivos, a nível local.

Redação Sport Marketing