24 de dez de 2008

Cervejaria dinamarquesa critica direção dos Reds

Keld Strudahl, diretor de marketing internacional da Carlsberg, cervejaria que patrocina o Liverpool, criticou a direção dos Reds por interromper as obras em Stanley Park. Os trabalhos foram iniciados em junho, mas pararam devido ao crescimento dos custos financeiros após a crise econômica mundial. O clube negou que estivesse abandonando o projeto ou que consideraria nova ampliação de Anfield, o atual estádio. Strudahl considera o atraso prejudicial ao clube em longo prazo. A reclamação é direcionada a Tom Hicks e George Gillet, empresários norte-americanos que compararam os Reds em 2007. O diretor da Carlsberg ainda afirmou que todos no Liverpool sabem que o clube está à venda. “Que o Liverpool está à venda é um segredo mal mantido, mas ninguém tem dinheiro para comprar” - comentou. Gillett seria o maior interessado a se desfazer de sua participação nos Reds. A cervejaria dinamarquesa disse que um potencial comprador seria o Dubai Internacional Capital, empresa de investimentos ligada ao governo de Dubai, nos Emirados Árabes. Em um cenário de crise a DIC seria uma das poucas empresas em condições de comprar o clube e investir pesado. A Carlsberg patrocina a camisa do Liverpool há 16 anos. O atual contrato termina em 2010 e prevê o pagamento de £ 7,3 milhões (€ 7,67 milhões) por ano.

Redação Sport Marketing