31 de dez de 2008

Feliz Olhar Novo em 2009!!!

Amigos leitores e parceiros do Sport Marketing. Ameacei por diversas vezes, escrever palavras de um ano novo cheio de realizações e sucesso para todos vocês, mas não fiquei satisfeita com nenhum dos rascunhos. Então gostaria de desejar muita felicidade, saúde, paz e deixar umas palavras do mestre Carlos Drummond de Andrade. Ao lado, foto da nebulosa Helix, também chamada de 'Olho de Deus'.

FELIZ OLHAR NOVO!!!
(Carlos Drummond de Andrade)
A grande jogada da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais... mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida para o trabalho? Quero viver bem.
2008 foi um ano cheio.
Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões.
Normal.
Às vezes se espera demais das pessoas.
Normal.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou...
Normal.
2009 não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança? Tá certo, eu sei, Polyanna é personagem de ficção e hiena come porcaria e ri, eu sei. Não quero ser cego, burro ou dissimulado.
Quero viver bem.
O que eu desejo para todos é sabedoria!
E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado.
Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim...
Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3, a dos amigos. Ou mude de classe, transforme-o em colega. Além do mais, agente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
O nosso desejo não se realizou? Beleza, não tava na hora, nãodeveria ser a melhor coisa para esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro: CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE).
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas, se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.
Desejamos para todo mundo esse olhar especial.
2009 pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidade e egoísmo e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro.
2009 pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular, campeão,..
ou...
Pode ser puro orgulho!
Depende de mim, de você!
Pode ser.
E que seja!!!
Feliz olhar novo!!!
Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal, sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se acreditarmos neles!"
UM ANO NOVO CHEIO DE MUDANÇAS, SUCESSO E SAÚDE!!!
E que neste ano que se inicie, sigamos nossa parceria e nossos sonhos.

FELIZ 2009!!!

Deborah Ribeiro e Redação Sport Marketing

Abertura oficial da Roda Rio 2016

A abertura oficial da Roda Rio 2016 será realizada, dia 2, às 11h, no Forte de Copacabana. O evento contará com a presença do presidente do Comitê de Candidatura do Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, Carlos Arthur Nuzman; do Ministro do Turismo, Luiz Barretto; do Secretário Geral Rio 2016, Carlos Roberto Osório; da Secretária Estadual de Esporte, Turismo e Lazer, Márcia Lins; e do Secretário da Prefeitura para o Rio 2016, Ruy Cezar.

Redação Sport Marketing

Rainha Isabel condecora atletas

Lewis Hamilton, Chris Hoy e Rebecca Adlington foram os atletas distinguidos pela rainha Isabel II com os títulos honoríficos britânicos. O campeão mundial de F1 recebeu o título de Membro do Império Britânico. O ciclista Chris Hoy, três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing, recebeu o título de Cavaleiro. Já a nadadora Rebecca Adlington, que conquistou no Cubo d'água duas vezes medalha de ouro, recebeu a Ordem do Império Britânico.

Redação Sport Marketing

Equipe italiana de vôlei apresenta proposta arrojada de patrocínio

A equipe italiana do Asystel Novara pretende inovar com o plano de publicidade e marketing. O clube de vôlei quer arranjar um patrocínio diferente para cada uma das atletas da equipe principal, o que seria uma solução para o time evitar a dependência de um único patrocinador. Desta forma, cada atleta teria na camisa, um espaço dedicado para essa publicidade, sendo que os patrocinadores receberiam o nome de “Gold Partners”, e cada jogadora ganharia uma atenção extra, enquanto do lado dos patrocinadores, a mensagem publicitária era enviada de forma mais direta. A proposta é arrojada.

Redação Sport Marketing

30 de dez de 2008

Sport Business Journal publica ranking dos homens do marketing esportivo

O Sport Business Journal acaba de publicar o ranking dos 50 nomes mais importantes do mundo do marketing esportivo. O levantamento feito desde 2004, leva em consideração fatores como o valor da marca da empresa, influência no mercado, inovação e os negócios realizados no ano. George Bodenheimer, presidente do grupo ESPN/ABC, lidera a lista. Jerry Jones, dono do Dallas Cowboys aparece em segundo lugar, seguido por David Stern, comissário da NBA. Roger Goodell, comissário da NFL ficou em quarto lugar. A quinta posição foi de Dick Ebersol, presidente da NBC Universal Sports and Olympics. Bud Selig, comissário da MLB ficou em sexto. No sétimo lugar do ranking aparece David Hill, presidente da Fox Sports. Na oitava colocação Sean McManus, presidente da CBS Sports, seguido de perto por Brian France, CEO da Nascar,nono colcoado. O décimo lugar ficou com David Cohen, VP Executivo da Comcast Corp. Vale ressaltar que entre entre os líderes, cinco são ligados a grupos de TV e mídia, quatro são responsáveis por ligas ou categorias (no caso a Nascar) e apenas um é proprietário de time. O único brasileiro a figurar no ranking Sports Business é Carlos Brito, CEO da AB-InBev, na 37 posição.

Redação Sport Marketing

Confederação Brasileira de Futsal devolve dinheiro

A Confederação Brasileira de Futsal devolveu quase R$ 3,5 milhões aos cofres públicos. De acordo com a entidade, o valor sobrou da quantia repassada pelo Ministério do Esporte para a realização da Copa do Mundo de Futsal da FIFA, no Rio de Janeiro e em Brasília. Em nota oficial, a CBFS explicou que o montante destinado pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte, para a competição foi de R$ 25,250 milhões. Com isto, 13,75% do total da verba foram devolvidos para a União. A competição foi disputada de 30 de setembro a 19 de outubro deste ano e terminou com o Brasil conquistando o hexacampeonato mundial.

Redação Sport Marketing

Talita em busca de patrocínio

Talita está em busca de patrocínio. A jogadora de vôlei de praia visitou a Fundesporte (Fundação do Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul). onde foi recebida pelo diretor-presidente da Fundação, Julio César Komiyama. Em conversa com Komiyama, a atleta aproveitou para apresentar um projeto pedindo apoio do Governo do Estado, já que disputa torneios nacionais e internacionais, onde divulgaria o Estado nessas competições. Com o objetivo de disputar os Jogos de Londres, em 2012, Talita revelou a nova parceira: Maria Elisa, do Rio de Janeiro. Entre as principais competições da dupla para 2009, a jogadora citou o Circuito do Banco do Brasil de Vôlei de Praia, o Circuito Mundial e a Copa do Mundo que acontece na Noruega junto com uma etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nos Jogos Olímpicos de Beijing neste ano, Talita ficou em quarto lugar.

Redação Sport Marketing

'Viva Sua Paixão' - Rio 2016

Depois da grande sacada da criação da marca 'Time Brasil', lançada nos Jogos Olímpicos de Beijing, o departamento de marketing do Comitê Olímpico Brasileiro e também de Candidatura do Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, criou o slogan da campanha, 'Viva Sua Paixão', que será lançado no Réveillon de 2009, na Praia de Copacabana. O slogan será projetado na roda gigante montada no Forte de Copacabana, que este ano, tem como tema o projeto Rio 2016. "A candidatura Rio 2016 é um convite aberto para que todo mundo viva a paixão pelo esporte nesta cidade maravilhosa, seja como atleta, oficial, jornalista ou espectador"- explicou Leonardo Gryner, diretor de marketing e comunicação Rio 2016. O slogan será projetado na Roda Rio 2016 logo após a contagem regressiva dos dez últimos segundos de 2008. Também serão mostradas imagens de palavras que reforçam valores da candidatura Rio 2016, como
"alegria", "sonhos" e "amizade". Para o público, a Roda Rio 2016 começará a funcionar no dia 2 de janeiro, a exatos nove meses do dia 2 de outubro, quando o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciará a sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Foi criada também uma praça Rio 2016, uma extensa área de lazer, onde haverá informações sobre o projeto Rio 2016. Diariamente, a partir das 23h, imagens que remetem à candidatura serão projetadas na roda e poderão ser vistas da orla de Copacabana. Passe por lá e deixe sua mensagem. Vale à pena conferir.

Redação Sport Marketing

Comitê Olímpico Japonês perde patrocinador

O Comitê Olímpico Japonês perdeu um patrocinador oficial chave. A Nomura Holdings decidiu
não renovar o contrato de patrocínio que vence no final deste ano. Nomura tem sido patrocinadora do Comitê Olímpico Japonês desde 1999 e a contribuição é estimada em torno de 300 milhões de ienes (US$3.3 milhões). De acordo com a empresa, a decisão deve-se à crise financeira mundial. A companhia recentemente comprou escritórios da Lehman Brothers na Ásia, Europa e os balancetes projetados da companhia para o fim do ano financeiro em março de 2009 aponta para o vermelho. Devido ao ruído financeiro mundial, a companhia também perdeu mais de US$1.5 bilhão neste ano.

Redação Sport Marketing

CCR/NovaDutra no Rally Dakar 2009

A equipe brasileira Petrobras Lubrax, apoiada pela CCR/NovaDutra, que compete em três categorias do Rally Dakar 2009 – moto, carro e caminhão –, já está em Buenos Aires, local da largada da maior competição off road do mundo. A moto (KTM 525) e o caminhão (Tatra) serão liberados aos competidores pela organização amanhã às 8h. Os dois veículos viajaram de navio da Europa. “O Mitsubishi Pajero Full chegou dia 29, pois a logística do carro é diferente, uma vez que veio direto do Brasil”- explicou Jean Azevedo, piloto do carro. “Realizaremos alguns acertos finais até dia 30, para que possamos passar tranquilamente pelas verificações técnicas e administrativas no dia 31”, Os veículos que partiram da Europa em novembro já passaram pelas vistorias técnicas no porto de Le Havre, na França. “Portanto, aqui nos restam as verificações administrativas, marcadas para o dia 01 de janeiro, às 8h15 da manhã” - afirmou André Azevedo, piloto do caminhão Tatra. “O que quer dizer que nosso réveillon será curto e agitado”. Após os procedimentos burocráticos, todos os 530 veículos inscritos na competição ficam estacionados no chamado “Parque Fechado”, aguardando a largada promocional que acontecerá no dia 02 de janeiro, no Obelisco da capital argentina. A largada oficial da prova será realizada às 5h da manhã do dia seguinte (03). O Rally Dakar 2009 acontecerá pela primeira vez na América do Sul, passando pela Argentina e o Chile entre os dias 02 e 17 de janeiro. No total, os competidores percorrerão 9.500 quilômetros. A Equipe Petrobras Lubrax tem patrocínio da Petrobras, Mitsubishi Motors do Brasil, Pirelli, e apoio da Mercedes-Benz Caminhões, CCR/NovaDutra, Renov, BorgWarner, Kaerre, Capacetes Bieffe, Sparco América Latina, Artfix, Motorola e TIM.


Redação Sport Marketing

Luciano "Todo Doido" Silva uma história que foi parar na ESPN Brasil

Fim de ano é período em que sempre me bate um saudosismo danado, época em que costumo rever as páginas que escrevi no meu livro pessoal, a fim de me aprimorar como ser humano. Vagando entre as minhas lembranças enquanto navegava na rede, passei, justamente, pelo blog do Luciano Silva e resolvi aproveitar o momento saudosista, para relembrar, de forma carinhosa, como conheci esse rapaz! O Luciano cruzou o meu caminho quando era editora-chefe da Faixa Nobre do Esporte. A TV Bandeirantes, então, sob a direção do Luciano do Valle, orgulhava-se do slogan - 'o canal do esporte', e todos os programas esportivos da grade eram sucesso de audiência: Show do Esporte, Faixa Nobre, Apito Final...Nesta época, canais a cabo eram privilégios de americanos, europeus. Luciano Silva foi escolhido para ocupar a importante vaga de meu estagiário. Gostei do jeito calado, observador e dedicado dele. Luciano, então, já dava sinais de que ficaria careca. A Faixa Nobre ia ao ar diariamente, às 20h00 e, como o canal detinha também os direitos da NBA - Liga Profissional Norte-Americana de basquete masculino, era comum sairmos juntos da emissora no silêncio da alta madrugada. Foi ali que o 'bichinho' do basquete mordeu o Luciano. Foram muitas madrugadas juntos colocando NBA no ar, muitos programas NBA-Actions para editar! Como é costume nos bastidores de televisão, todo mundo acaba tendo um apelido e batizei-o carinhosamente de Luciano "Todo Doido", quando a Faixa Nobre transmitia torneios de boxe nacionais e internacionais, e o pugilista Luciano "Todo Duro", ídolo dos anos 90, estava no auge da forma. Foi assim que Luciano ficou conhecido nos bastidores da Band. Quando aceitei o convite para trabalhar no então recém-lançado canal a cabo Sportv, deixei o Luciano efetivado na Band como produtor - por puro reconhecimento aos esforços dele. Naquela época, a proposta de trabalhar em um canal a cabo significava correr um risco, era um novo mercado, de futuro incerto. No Sportv, cuja equipe toda não somava mais do que 15 pessoas, fui dirigir um programa chamado Basketmania. O canal havia comprado os direitos de transmissão de campeonatos nacionais e, acertadamente, apostou na idéia de colocar na grade, um programa que alavancasse os eventos e aproximasse o público aos ídolos nacionais. A Confederação Brasileira de Basquete tinha implantado um projeto do especialista em marketing João Henrique Areias, que visava levantar o esporte nacionalmente. Eu topei o desafio. Belo dia, chegando do almoço, tive a surpresa de ver o Luciano "Todo Doido" Silva se aproximando das instalações da GW - produtora dos jornalistas Pinheirinho e Woille Guimarães, ex-rede Globo, onde o Sportv funcionava nos primórdios do canal. Luciano havia sido demitido da Band logo após a minha saída, assim como outros profissionais do departamento de esportes que começava a ser desfeito, assim que Luciano do Valle largou a direção. Como ainda estudava, Luciano "Todo Doido" precisava urgentemente de uma nova oportunidade. O segundo emprego do Luciano, como produtor, foi comigo. No Basketmania, programa semanal, ele pôde se aprofundar no esporte. Foram tempos áureos! Fizemos grandes trabalhos juntos e brigamos muito também - o estresse do fechamento faz parte da rotina de televisão. O engraçado disso tudo é que prá mim, o Luciano sempre foi apenas mais um Silva, entre tantos do Brasil, ele era um "Todo Doido". Vez ou outra, ele dizia que era filho do Frei Chico e sobrinho do então candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva e eu lhe respondia com irreverência: "Você é sobrinho do Lula, assim como eu sou sobrinha do coelho da Páscoa e do Papai Noel. Vai trabalhar maluco"! O Luciano, sempre calado, ia ralar. Até que depois de anos trabalhando juntos, um dia, aceitei o convite e fui a um aniversário do Luciano "Todo Doido". A comemoração foi no sítio da família dele no ABC. Ali, assim que cheguei, queimei a língua! Conheci a família Silva, inclusive Frei Chico e Lula, depois de ver a famosa 'pelada', é claro! O Luciano "Todo Doido" era sim sobrinho do então candidato a presidente do país. Mas, Luciano, para mim, continuou sendo o "Todo Doido". Deixei Luciano no Basketmania em São Paulo, logo após ter ido cobrir os Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, quando mudei para o Rio de Janeiro, a convite do Olivio Petit, então diretor do Sportv, para ocupar o cargo de editora-executiva. Não demorou muito e o projeto da CBB acabou e, com ele, o programa Basketmania, que voltou ao ar, anos depois, sob novo formato e direção. Morando no Rio de Janeiro, perdi o contato com o Luciano "Todo Doido" Silva. A última vez que o encontrei foi nos Jogos Pan-americanos 2007, na Arena Multiuso, hoje Arena HSBC, palco das competições de basquete e ginástica. Não poderia ser em outro lugar! Não tivemos muito tempo para coversar, estávamos ambos trabalhando e correndo, como é natural da profissão. Mas fiquei muito satisfeita em vê-lo ali, atuando, reconhecido pelos jogadores que passavam pela Zona Mista. É gratificante contribuir positivamente na história de vida de uma pessoa. Hoje, Luciano Silva, soma duas edições dos Jogos Olímpicos (Atenas e Beijing), além de Campeonatos Mundiais de Basquete (2002 e 2006). Está bem mais gordo do que na fase de estagiário, casou, ficou ainda mais careca e tem até blog - lembro que ele detestava escrever e que a letra dele era uma coisa de doido. Feliz 2009 Luciano e parabéns pelo blog. Luciano Silva, sobrinho do atual presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, é funcionário do canal a cabo ESPN Brasil! (http://espnbrasil.terra.com.br/lucianosilva)

Deborah Ribeiro - Diretora Redação Sport Marketing

29 de dez de 2008

Madri confiante em ganhar Jogos de 2016

O Comitê Organizador da candidatura de Madri aos Jogos Olímpicos está confiante! "Definitivamente, a decisão recompensará a melhor cidade e acho que será Madri. Nosso esforço na preparação nos garante dizer que somos a candidatura mais segura. Estamos preparados", comentou Mercedes Coghen, que está à frente da candidatura. As principais pontos do projeto são: rede de transporte público, 70% das infra-estruturas já construídas ou em desenvolvimento e o apoio de 93% da população espanhola. Coghen disse que tratará de mostrar que Madri é uma cidade "acolhedora, apaixonante e segura" nos próximos encontros com membros da família olímpica, nos Estados Unidos, África e Nova Zelândia. A sede dos Jogos Olímpicos de 2016 será escolhida em 2 de outubro de 2009, durante o 121º Congresso do Comitê Executivo do International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional - COI, em Copenhague, capital da Dinamarca. Além de Madri, também estão na disputa Rio de Janeiro, Chicago e Tóquio.

Redação Sport Marketing

Ceará conta com novo patrocinador

A empresa de assistência familiar, Afagu, da cidade de Russas, interior cearense, poderá ser a patrocinadora do Ceará. A negociação ainda não foi oficializada, mas o presidente do time, Evandro Leitão, já conta com o patrocínio da empresa para a temporada 2009. De acordo com Evandro, a Afagu colocará a marca nos calções dos uniformes e o valor do contrato será de R$ 35 mil mensais por um ano. O Alvinegro já tem na camisa as marcas da Fiat e da Nacional Gás. O Governo do Estado do Ceará não renovou o patrocínio. O time soma cerca de R$ 130 mil reais por mês em patrocínios. Já o programa de sócio-torcedor gera receita de aproximadamente R$ 100 mil mensais com quase nove mil associados.

Redação Sport Marketing

Mercado: Apple ganha dinheiro até com peido

Joel Comm desenvolveu o aplicativo iFart (tradução: euPeido) para o iPhone. A novidade foi um sucesso. Acredite. Mais de 58 mil downloads na AppStore foram feitos em dois dias. Resultado: Joel embolsou com um peido cerca de US$ 40 mil. O iFart é um programa que simula o som de uma variedade de flatos, sem o odor, é claro, diretamente no smartphone da Apple. Segundo o site Edible Apple, há mais de 113 mil que peidam de iPhone espalhados por aí.

Redação Sport Marketing

Projeto Golfe Nota 10 sai em busca de patrocínio

A Comissão da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte autorizou a Federação Paulista de Golfe a captar até R$ 1.661.410,45 em recursos junto à iniciativa privada para aplicação no Projeto Golfe Nota 10. Os valores investidos serão deduzidos do Imposto de Renda, correspondendo no máximo a 1% do lucro líquido da empresa no ano. A FPG já tem 47 empresas cadastradas e eventuais propostas ainda passarão por uma fase de análise. “A grande vantagem para o empresário é que aqueles recursos que obrigatoriamente ele tem de repassar em impostos ao governo poderão ter retorno de mídia agora, dependendo da força do projeto que resolver ajudar”- explicou David Oka, gerente do Golfe Nota 10. “Podemos captar o valor autorizado somando as doações de uma ou mais empresas, desde que o teto estipulado não seja ultrapassado.” A meta do Golfe Nota 10 é atender 15 mil crianças do Estado de São Paulo a partir da captação de recursos, sendo 9 mil alunos da rede pública e 6 mil de escolas particulares – até hoje, em 1,5 ano de atividades, o projeto já atingiu 3.600 jovens.

Redação Sport Marketing

Mercado: Wal-Mart começa a vender iPhones 3G nos EUA

A rede de lojas Wal-Mart confirmou as vendas do iPhone 3G nos Estados Unidos. A comercialização dos modelos começou neste domingo. A versão 8 GB do aparelho pode ser comprada por US$ 197 e a versão de 16 GB, por US$ 297. O iPhone 3G na rede Wal-Mart vem com plano de 2 anos com a operadora de telefonia celular AT&T. Além da Wal-Mart, a Best Buy, principal concorrente, vende o aparelho. Os dois varejos fazem parte do esforço da Apple em atingir o consumidor que não visita as lojas da Apple.

Redação Sport Marketing

Murray começa o ano com os bolsos cheios

Andy Murray, número 4 no ranking mundial, poderá embolsar 100 milhões de libras (cerca de R$ 349 mi) das empresas o patrocinam em 2009. Apontado como o substituto de Andre Agassi, o atleta escocês de 21 anos, é patrocinado pelo banco RBS, Head, David Lloyd, Highland Spring, Free Parry, 2K. Patricio Apey, empresário do tenista, já teria acordado uma assinatura de um contrato milionário com a nova "cara" do tênis mundial. De acordo com o jornal Times, a alta quantia do patrocínio seria por uma reposição de marca dos principais patrocinadores de Andy. A preferência pelo patrocínio a Murray seria o favoritismo para vencer o próximo campeonato, com a promessa de se tornar o primeiro britânico a conquistar o título individual em Wimbledon desde 1936.

Redação Sport Marketing

Futebol português gastou mais do que ganhou

O futebol português gastou em 2008 mais dinheiro do que o que recebeu com a transferência de jogadores para o estrangeiro. É o que afirma o site luso Jornal Digital. De acordo com o site, o futebol apresentou balanço negativo de 3,3 milhões de euros. Foram realizados 58,4 milhões de euros em transferências de jogadores para clubes estrangeiros e gastos 61,7 na contratação de craques de outros campeonatos, resultando um saldo negativo de 3,3 milhões de euros. O Benfica foi o que mais contribuiu para o saldo negativo. Gastou 23,31 milhões de euros em contratações e somou pouco mais de seis milhões de euros, dos quais cinco milhões com a saída de Nelson para o Betis de Sevilha. Já o FC Porto gastou em contratações um total de 26,9 milhões de euros, mas apresenta um saldo final bastante positivo (49,4), grande parte devido às transferências de Bosingwa (20 milhões de euros), para o Chelsea, e Quaresma (24,6 milhões de euros), para o Inter de Milão.

Redação Sport Marketing

Mercado: Café com processamento natural de fezes

Cada vez mais me convenço que política, religião, ideologia e gosto cada um tem o seu! Um dos tipos de grão de café mais caros do mundo é o Kopi Luwak. A maior particularidade do grão é ser tratado naturalmente pelo sistema digestivo de um mamífero da Indonésia, uma espécie de gato, chamado Luwak ou Civet Cat. O animal seleciona os melhores grãos, come, o estômago tira a casca, o animal defeca os grãos e as fezes formam uma capa que lhe dá status de um autêntico Café Especial, por tornarem o gosto do café algo que especialistas classificam de magníficamente diferente. Os grãos permanecem no chão até que os colhedores cuidadosamente os recolham para processá-los, a seguir, de forma, digamos, não animal. Nos pequenos sítios, sofrem o processo de secagem em terreiros, onde ficam até atingirem a umidade em torno de 11%, mantendo o pergaminho como invólucro. O nome do produto, Kopi Luwak, é originário da linguagem bahasa da Indonésia, sendo que kopi significa café, enquanto que luwak identifica o pequeno animal. Devido ao aspecto estritamente artesanal na coleta dos grãos, a quantidade ofertada deste café é bastante restrita, fazendo com que os preços atinjam valores exorbitantes. No Brasil, o animal responsável pelo processo é o jacu, que deu origem ao Jacu Coffe. Cada 'troço' de fezes de Jacu pesa 3 gramas. Uma saca de café , necessita 20.000. Isso tudo foi só prá comprovar que a natureza e o homem, sabem como ninguém, transformar 'fezes' em ouro! Vivendo e aprendendo. Mas que esse é, sem dúvida, o produto ideal para patrocinar certos profissionais, que só falam 'm...', lá isso é... Imagine então, se certos jornalistas, que pela própria natureza, são especialistas em pensar, falar, escrever muita 'm...", resolverem aderir ao consumo do produto! Deus nos livre!

Redação Sport Marketing

Novos boatos cercam a Honda

Tem gente que vive do marketing de espalhar boatos!Principalmente, na internet! Cerca de dois anos atrás, uma peça de plástico irritou a divisão de motocicletas Honda. Em formato que lembra uma cruz invertida, ela virou alvo de boatos, que, sugeriram que a peça, instalada no farol das motos Honda CG 150 Titan, era amaldiçoada. E-mails que circularam pela Internet davam conta de que a "cruz" era resultado de um pacto que o engenheiro projetista da moto teria feito com o diabo, para que ela fosse um sucesso de vendas. Depois de se recusar a atender a alguns pedidos do demônio, ele teria ficado doente e passou a pedir às pessoas que retirassem a peça. Por causa dos boatos, muitos proprietários atenderam ao "pedido". Irritada com a difamação, que deu origem a inúmeros e-mails de clientes, a Honda divulgou nota sobre o assunto, informando que a peça - chamada de Clamp H25 - era para proteger e posicionar adequadamente a fiação da parte interna do sistema de iluminação do farol e que, a retirada, reduziria a vida útil da fiação. Segundo um porta-voz da empresa ouvido pelo jornal O Estado de S. Paulo, na época, a Honda não descartou alterar o desenho da peça para evitar problemas. Mas, apesar dos boatos infundados, as vendas da CG 150 Titan tiveram grandes resultados! Agora, os boatos não difamam a marca, mas rondam, desta vez, sobre o futuro da escuderia na F1. O site Autosport lançou dúvidas sobre a compra da Honda pelo empresário mexicano Carlos Slim. De acordo com a publicação, o segundo homem mais rico do mundo e dono do gigante das telecomunicações Telmex não é o único interessado na compra da escuderia. O site destaca que o controle da Honda está entre Slim; o empresário David Richards, dono da Provide; o magnata grego Achilleas Kallakis; e um grupo suíço não revelado. No sábado o jornal italiano "La Stampa" divulgou na página na internet que Slim - dono, no Brasil, da Embratel e da Claro - já inclusive escolhera os pilotos para a temporada 2009: o britânico Jenson Button e o estreante brasileiro Bruno Senna, que tem patrocínio da Embratel (ler matéria arquivo Sport Marketing: Honda tem novo dono e Bruno Senna está garantido). Os dirigentes da escuderia japonesa vieram a público negar os boatos. Em entrevista ao jornal Daily Telegraph, o diretor técnico Ross Brawn revelou que não há negociações com Slim."Nós adoraríamos que esses rumores fossem verdade, mas não passam de pura especuçação. Trata-se de um desses boatos que ganham vida própria"- disse Brawn, que se mantém confiante em encontrar um comprador para a Honda: "Temos tido um grande nível de interesse. Agora chegamos ao estágio de analisar quem são os candidatos mais sérios. Estamos todos esperançosos de que algo vai acontecer no início do ano que vem". Para encerrar de vez todos os boatos sobre a suposta compra do Honda, o bilionário Carlos Slim também se pronunciou. O empresário enviou comunicado à imprensa e negou que tenha planos de entrar na F1 e que não há nenhuma negociação para adquirir o espólio da Honda. "A Telmex informa que Carlos Slim Helu não comprou ou mantém qualquer negociação com a equipe Honda de F1. Todas as informações sobre este assunto não têm base e são completamente falsas"-finalizou o comunicado.

Redação Sport Marketing

Retrospectiva Sport Marketing 2008 - Speedo e Puma brilham

Nas raias da China, Speedo e Puma fizeram a diferença. No Cubo d'água, a marca de maiôs que surgiu na Austrália nos anos 20, foi presença marcante nos pódios dos Jogos de Beijing, ajudando a escrever as páginas da natação olímpica com os recordes e as oito medalhas de Michael Phelps. Líder mundial em produtos para esportes aquáticos, a Speedo alcançou um estupendo sucesso desde que lançou o LZR Racer. Desde o lançamento do maiô, em fevereiro, até agora, foram 108 recordes quebrados e muita polêmica. A Speedo está entre as empresas que fez a história do marketing esportivo em 2008 e merece destaque na nossa retrospectiva. Confira as melhores matérias do ano sobre a marca: Sport Marketing: Speedo lança novos modelos olímpicos; Sport Marketing: FINA aprova código antidoping e maiô Speedo; Sport Marketing: Tecnologia Speedo acusada de proporcionar recordes; Sport Marketing: França mela maiô LZR Racer Speedo; Sport Marketing: FINA libera novos modelos de maiôs; Sport Marketing: Concorrentes lançam maiôs para competir com LZR ...; Sport Marketing: Nike cede espaço olímpico para maiôs Speedo; Sport Marketing: FINA agenda data para decidir futuro de maiôs). Enquanto nas raias do Cubo d'água a Speedo reinava, no Ninho de Pássaro, a Puma voava nos pés do homem mais rápido do mundo, o jamaicano Usain Bolt. A marca alemã de materiais esportivos superou as rivais, destacando-se nas provas de atletismo dos Jogos Olímpicos de Beijing, consagrando um ano em que a empresa inovou e apostou em mercados inexplorados como o africano, onde a Puma promete devorar os concorrentes na Copa de 2010. A Puma também fez história no marketing esportivo de 2008. Veja as matérias do arquivo Sport Marketing (Sport Marketing: Usain Bolt, o puma mais rápido do mundo; Sport Marketing: 2 - o número da sorte de Usain Bolt; Sport Marketing: Puma dá prêmio extra a Usain Bolt; Sport Marketing: Beijing, marca a história do marketing olímpico; Sport Marketing: Usain Bolt vira garoto propaganda na Inglaterra; Sport Marketing: A guerra das marcas nos gramados; Sport Marketing: Puma segue marcando território na África; Sport Marketing: Puma é a marca do atletismo na Inglaterra; Sport Marketing: Puma com os pés no futuro; Sport Marketing: Bolt e Puma levam crianças chinesas à Copa de 2010; Sport Marketing: Puma entra no campo virtual; Sport Marketing: Puma lança coleção inspirada na Red Bull Racing).

Redação Sport Marketing

28 de dez de 2008

Retrospectiva Sport Marketing 2008 - o marketing dos Jogos de Beijing

Os Jogos Olímpicos de Beijing marcaram a história do esporte e do marketing olímpico. A China desenvolveu um bem sucedido programa de marketing local e abriu os braços para empresas e atletas de todo o mundo. Os patrocinadores do programa de marketing global do IOC - International Olympic Committe - Comitê Olímpico Internacional tiveram oportunidade de entrar no mercado chinês e exibir plataformas de marketing. Os patrocinadores locais também tiveram oportunidades ímpares. O marketing que movimentou os Jogos Olímpicos de Beijing faz parte da Retrospectiva 2008 Sport Marketing - acompanhe as notícias que mereceram destaque: Sport Marketing: Beijing, marca a história do marketing olímpico; Sport Marketing: O centésimo de glória da Omega em Beijing ; Sport Marketing: Omega reúne em Beijing a nata da história da natação; Sport Marketing: Omega lança edição limitada de relógios olímpicos; Sport Marketing: McDonald's a todo vapor em Beijing; Sport Marketing: McDonald’s lança cardápio comemorativo aos Jogos; Sport Marketing: O que os Jogos Olímpicos de Beijing têm de ... ; Sport Marketing: Coca-Cola equipa restaurantes da Vila Olímpica de ...; Sport Marketing: Coca-Cola fecha com ouro campanha olímpica; Sport Marketing: Kodak retrata a evolução dos Jogos Olímpicos ...; Sport Marketing: i.lounges Lenovo são sucesso nas Vilas Olímpicas ... ; Sport Marketing: Lenovo lança lap top olímpico; Sport Marketing: Pelé veste Olympikus na Vila Olímpica de Beijing; Sport Marketing: Golden Cross forte em Beijing; Sport Marketing: Jogos de Beijing - os mais caros da história olímpica; Sport Marketing: Schneider Electric reforça Jogos de Beijing; Sport Marketing: Consultório Odontoprev funcionando na Vila de Beijing; Sport Marketing: Apex realiza ações na Casa Brasil em Beijing; Sport Marketing: SEGA lança video game oficial dos Jogos de ...; Sport Marketing: Speedo, medalha de ouro de marketing em Beijing; Sport Marketing: Patrocinadores pressionam COI contra policiamento ...; Sport Marketing: Nike x Adidas - histórica disputa olímpica; Sport Marketing: Nike x Adidas se preparam para números e pódios ... ; Sport Marketing: Nike lança portal olímpico; Sport Marketing: Adidas abre maior loja do mundo na China ; Sport Marketing: Adidas em saia justa na China; Sport Marketing: Nike apresenta uniformes olímpicos de basquete; Sport Marketing: Adidas se empenha em maiô olímpico mais eficaz ...; Sport Marketing: Voluntários dos Jogos vestem Adidas; Sport Marketing: Empresas coreanas satisfeitas com investimentos ... ; Sport Marketing: Loja olímpica da Vila um delírio para consumo; Sport Marketing: United Airlines e VISA juntos em promoção olímpica; Sport Marketing: Seleção obedece regras do COI e joga sem escudo ... ; Sport Marketing: Haier premia a China com 51 escolas; Sport Marketing: Volkswagen inaugura quarta fábrica na China).

Redação Sport Marketing

Honda tem novo dono e Bruno Senna está garantido

O mexicano Carlos Slim, o segundo homem mais rico do mundo e dono da gigante Telmex, é o novo proprietário da escuderia japonesa de F1 Honda. De acordo com o jornal italiano La Stampa, no próximo ano, além de novo dono, a escuderia terá como um dos pilotos, o brasileiro Bruno Senna, sobrinho de Ayrton Senna. "O anúncio ainda não é oficial, à espera de que sejam finalizados os detalhes da transferência de propriedade. Porém, dois são os assuntos certos: primeiro, a equipe está salva. Segundo, os pilotos serão (o britânico) Jenson Button e o estreante Bruno Senna, no lugar (do brasileiro) Rubens Barrichello. O preço de compra foi simbolicamente estabelecido pela Honda em US$ 1. O comprador deverá assumir os gastos para manter viva a escuderia e enfrentar a próxima temporada de F1"- afirmou o jornal.

Redação Sport Marketing

Retrospectiva Sport Marketing 2008 - Usain Bolt

Se nas piscinas, ninguém foi mais veloz do que o norte-americano Michael Phelps, nas pistas de atletismo do Ninho de Pássaro, o homem mais rápido do mundo foi o jamaicano Usain Bolt. Veloz, performático, Bolt cruzou as linhas de chegada dos Jogos Olímpicos de Beijing como um raio, registrando recordes, escrevendo as páginas da história e elevando a marca da fabricante de materiais esportivos alemã, a Puma, aos píncaros da mídia, ao mostrar para a imprensa global o par de sapatilhas dourado. Em 2008, Usain Bolt virou celebridade, no mundo e na Jamaica. Confira as principais matérias do arquivo Sport Marketing sobre o maior velocista olímpico de todos os tempos Sport Marketing: 2 - o número da sorte de Usain Bolt ; Sport Marketing: Usain Bolt, o puma mais rápido do mundo; Sport Marketing: "L'Équipe" elege Usain Bolt atleta do ano; Sport Marketing: Puma dá prêmio extra a Usain Bolt; Sport Marketing: Usain Bolt e Yelena Isinbayeva atletas do ano; Sport Marketing: Usain Bolt - ainda mais veloz sobre rodas; Sport Marketing: Real Madrid fecha com Usain Bolt; Sport Marketing: Usain Bolt vira garoto propaganda na Inglaterra; Sport Marketing: Bolt e Puma levam crianças chinesas à Copa de 2010).

Redação Sport Marketing

27 de dez de 2008

David Beckham encerra parceria com Pepsi

David Beckham dispensou o contrato de US$ 2 milhões por ano com a Pepsi. Após dez anos como garoto-propaganda da marca de refrigerantes, o jogador encerrou o contrato para se dedicar à campanhas de outras companhias que também representa como Armani e Vodafone. "Eu não tenho nada, a não ser boas memórias, da minha parceria com a Pepsi. Eu vivi um gladiador, um cowboyw, um surfista e trabalhei com Beyoncé e Jennifer Lopez, além de grandes nomes do futebol mundial. Eu espero que o próximo que encare o trabalho goste tanto quanrto eu gostei" - disse David, que joga no Los Angeles Galaxy, mas no momento está treinando com o Milan.

Redação Sport Marketing

26 de dez de 2008

Retrospectiva Sport Marketing 2008 - Michael Phelps

Michael Fred Phelps II ou simplesmente Michael Phelps! Ser o primeiro nas piscinas sempre foi a meta de Phelps! Com realeza no nome, Phelps tornou-se em Beijing o homem mais rápido das águas, a grande estrela dos Jogos Olímpicos de Beijing. Criou a dinastia Phelps - 8 medalhas de ouro em uma única edição olímpica! O garoto nascido em Baltimore, em 30 de junho de 1985, nos Estados Unidos, escreveu um importante capítulo na história da natação, do esporte e do marketing esportivo. O pai, Fred Phelps, trabalha na Polícia do estado de Maryland e a mãe, Debbie Davisson Phelps, é diretora em uma escola - ambos se divorciaram em 1994. Phelps, tem duas irmãs mais velhas, Whitney e Hilary. As duas também são nadadoras, sendo que Whitney ganhou o ouro nos Jogos Olímpicos de 1996, em Atlanta (4x200m livre). Na juventude, foi diagnosticado que Michael Phelps tinha transtorno de déficit de atenção com hiperatividade(TDAH). Phelps começou a nadar aos sete anos, partindo da influência das irmãs nadadoras. Logo se destacou como um excelente nadador e, quando tinha 10 anos, Phelps quebrou o record nacional de natação para a idade dele. Enquanto crescia, Phelps ia quebrando records para sua idade e, aos 15 anos se classificou para os Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. Em novembro de 2004, aos 19 anos, Phelps foi preso por dirigir alcoolizado em Salisbury, Maryland.Phelps ganhou liberdade condicional até o julgamento, que o considerou culpado com pena de 18 meses de serviços prestados à associação Mothers Against Drunk Driving ("Mães contra Alcoolizados no Volante"), e a pagar US$250 por mês, durante os 18 meses. Entre 2004 e 2008, Phelps estuda na Universidade de Michigan, em Ann Arbor, onde está se formando em marketing esportivo e gerência. As oito medalhas de ouro olímpicas, fez de Phelps um ídolo, um ícone, uma marca poderosa de marketing. Como não poderia deixar de ser, Michael Phelps sai na frente na Retrospectiva Sport Marketing 2008. Veja as matérias que mereceram destaque sobre o maior medalhista das piscinas olímpicas da história olímpica: Sport Marketing: Michael Phelps lança bebida nutricional; Sport Marketing: Quanto vale Michael Phelps - o rei das piscinas? ; Sport Marketing: Michael Phelps e oito medalhas de ouro, capa da ...; Sport Marketing: Fenômeno Michael Phelps eleva índices de audiência; Sport Marketing: Michael Phelps nas caixas de sucrilhos; Sport Marketing: Michael Phelps lança game; Sport Marketing: Michael Phelps no rastro de Spitz; Sport Marketing: Visa patrocina festa nas ruas de Londres com ...; Sport Marketing: Phelps vira garoto propaganda Subway; Sport Marketing: Michael Phelps lança novo livro; Sport Marketing: Livro de Phelps chega às livrarias; Sport Marketing: Phelps eleito atleta do ano; Sport Marketing: PureSport satisfeita com efeito Phelps ; Sport Marketing: Debbie Phelps segue as braçadas do filho; Sport Marketing: O centésimo de glória da Omega em Beijing; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalhas 6 e 7 - o toque de ...; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalhas 4 e 5; Sport Marketing: A supremacia Phelps - medalha 3; Sport Marketing: Phelps vira garoto propaganda Subway; Sport Marketing: Phelps recebe crianças do programa McDonald's; Sport Marketing: Omega reúne em Beijing a nata da história da natação; Sport Marketing: Speedo, medalha de ouro de marketing em Beijing; Sport Marketing: Beijing, marca a história do marketing olímpico; Sport Marketing: Phelps veste a camisa de Chicago 2016; Sport Marketing: Bekham e Phelps na lista dos mais sexies; Sport Marketing: A nova onda de Phelps; Sport Marketing: Phelps reverte prêmio de US$ 1 milhão em Instituto; Sport Marketing: Timão quer contratar Michael Phelps).

Redação Sport Marketing

Copa de 2014 com 12 sedes

O Comitê Executivo da FIFA aprovou o pedido da CBF para que 12 cidades sediem os jogos da Copa do Mundo de 2014. Segundo informação do jornal O Globo, a fonte foi da própria FIFA, na Suíça. Com a decisão, o Mundial no Brasil terá o mesmo número de sedes da Copa de 2006, na Alemanha, e duas a mais do que o torneio de 2010 na África do Sul. A Espanha, em 1982, teve a competição mais 'inchada', com 13 cidades, sem contar a de 2002, conjuntamente abrigada por Coréia do Sul e Japão, que teve 19. Ainda segundo o periódico, a aceitação do pedido garante a realização do desejo da CBF em ter uma cidade da Amazônia como sede, já que a região tem um grande apelo internacional e corresponde a 43% do território nacional. O Pantanal dificilmente ficará fora da 'festa', com Cuiabá (MT) e Campo Grande (MS) na briga pela indicação. Além das duas regiões citadas acima, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre têm presença garantida na Copa. Uma comissão da FIFA virá ao Brasil no final de janeiro para vistoriar as dezoito cidades que apresentaram candidatura para sedes. O anúncio das escolhidas está programado para março de 2009. Além de brigarem para sediar o Mundial, as cidades querem levar uma fatia do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa, anunciado há dois dias pelo ministro do Esporte, Orlando Silva, e que prevê um conjunto de obras de infra-estrutura e transporte, com tudo bancado pelo governo federal, com dinheiro público.

Redação Sport Marketing

25 de dez de 2008

África do Sul em pique de Copa do Mundo

O clima de Copa do Mundo já invadiu a áfrica do Sul. Zakumi, a mascote, está pronto para receber os visitantes, na Praça Nelson Mandela, em Johanesburgo. Serão dez estádios. Cinco ainda em construção e outros cinco que já existem, mas serão completamente reformados. O país também está investindo em obras de infra-estrutura, como novas estradas. O gasto total estimado para receber o mundial é de pouco mais de R$ 10 bilhões. Tudo para fazer o maior evento da história do continente. Estádio Soccer City, a cidade do futebol, mas no dia 11 de julho de 2010 pode chamá-lo de planeta. Lá, vai acontecer a final da Copa do Mundo da África do Sul. Os engenheiros garantem que o maior estádio do mundial, com capacidade para 94 mil torcedores, ficará pronto até julho do ano que vem, dentro do cronograma. Em outros estádios, as obras estão atrasadas, como reconheceu o secretário-geral da Fifa, Jerald Vankôme. Segundo ele não há nada que ponha em risco a organização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. Em Bloenfontein , onde o Brasil irá jogar A Copa das Confederações, em junho do ano que vem, ao menos o gramado já está pronto. Em Pretória, capital administrativa do país, a reforma no estádio de rugby que servirá para a Copa do Mundo ainda não começou. Nada que preocupe o técnico da seleção anfitriã, o brasileiro Joel Santana. “A coisa está sendo muito bem feita, o país está sendo muito aplicado, está respirando já Copa do Mundo, a festa que vai ser aqui e vai ser um momento histórico, pela primeira vez na África”, acredita ele. Para um país que venceu a segregação racial do Apartheid, fazer história mais uma vez não será novidade. As informações são do G1.

Redação Sport Marketing

Tóquio soma apoiadores para candidatura dos Jogos de 2016

Dez grandes cidades asiáticas manifestaram o apoio à candidatura de Tóquio à organização dos Jogos Olímpicos de 2016.Os componentes da Rede Asiática de Grandes Cidades (ANMC21) declararam o apoio à capital japonesa no decorrer da 7.ª reunião daquela organização, na Malásia. A ANMC21 integra Banguecoque (Tailândia), Nova Deli (Índia), Hanói (Vietname), Jacarta (Indonésia), Kuala Lumpur (Malásia), Manila (Filipinas), Seul (Coreia do Sul), Singapura (Singapura), Taipé (Taiwan) e Yangun (Myanmar). Os rivais de Tóquio nesta disputa são Chicago - que já recebeu apoio do novo presidente dos EUA, Barack Obama -, Madrid (Espanha) e Rio de Janeiro (Brasil). O Comitê Olímpico Internacional escolherá a cidade sede de 2016 a 2 de outubro de 2009, em Copenhaga, Dinamarca.

Redação Sport Marketing

China abre os olhos com Jogos de Inverno de 2018

Depois de ter organizado com enorme sucesso os Jogos Olímpicos de Verão em Beijing, a China tem intenções de voltar a repetir o feito. Desta vez, a cidade de Harbin, no norte do país, pretende se candidatar a sediar os Jogos Olímpicos de Inverno em 2018. Harbin, capital da província de Heilongjiang, já gastou cerca de 315 milhões de euros em equipamentos e infraestruturas para acolher os quatro mil atletas dos Mundiais Universitários de Inverno que será realizado em fevereiro. Desta forma, os chineses querem rentabilizar o local onde já investiram tantas verbas.“Se a organização dos Mundiais Universitários de 2009 for bem sucedido, poderá aumentar a nossa confiança para nos candidatarmos aos Jogos Olímpicos de Inverno” - afirmou, ao “China Daily”, o governador da província, Li Zhanshu.

Redação Sport Marketing

São Luiz apresenta novos uniformes

O departamento de marketing do EC São Luiz apresentou o novo uniforme para a temporada 2009. Desenvolvido pela Draggon, o novo fardamento é confeccionado em tecido Dry-fit que possui maior absorção do suor e maior facilidade de evaporação da unidade. "Nosso projeto para o fardamento 2009 era confeccionar um uniforme bonito, mas funcional tecnicamente, uma camiseta que o torcedor compre, não apenas por que é do São Luiz, mas por que é bonita e gostosa de usar" - destacou Rogério Hansen, Vice-pres.de Marketing do clube. Em relação ao uniforme de jogo, o fardamento reserva é todo vermelho, com duas linhas brancas nos ombros e linhas onduladas na parte frontal, já o uniforme titular é todo branco com as mesmas linhas em vermelho. A numeração é dourada. O uniforme carrega as marcas das empresas patrocinadoras do time: Monsanto, Expoijuí, Draggon, Cadile´s, Cotrijuí, APAG, Sicredi e Banrisul. "Este ano demos um importante passo, pois além dos patrocinadores tradicionais, obtivemos o apoio de uma multinacional, o apoio não foi por acaso, acreditaram em nosso projeto. Agora temos que reverter em campo toda esta confiança depositada por nossos patrocinadores" - disse o presidente do clube, Sadi Pereira.

Redação Sport Marketing

Cruzeiro procura patrocínio

O Cruzeiro pretende fechar patrocínio para a próxima temporada por um valor entre R$ 12 milhões e R$ 15 milhões. O contrato com a Construtora Tenda, a qual pagava pagava R$ 500 mil mensais, totalizando R$ 6 milhões anuais, não será renovado. O diretor de marketing do clube, Antônio Claret, já revelou que a Fiat, que em 2008 teve a marca estampada nas mangas dos uniformes tem interesse em passar para a frente e para as costas da camisa, assumindo a posição de principal patrocinadora. "A Construtora Tenda já anunciou oficialmente que não vai renovar para a próxima temporada, pois mudou a diretoria, então estamos sem patrocinador na camisa e estamos buscando outro, mas estamos encontrando dificuldades para fechar este acordo com as empresas"- observou o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella ao programa Bastidores, transmitido pela Rádio Itatiaia. A Reebok será a nova fornecedora de material esportivo do clube na temporada 2009. A empresa que estampará a sua marca nos produtos da equipe celeste por três temporadas, substituirá a Puma.

Redação Sport Marketing

Internacional entra ano do centenário renovando contratos

A Reebok, por enquanto, é a única marca garantida no Internacional. A fornecedora de materiais esportivos estendeu o contrato até 2012. Porém, no ano do Centenário do clube, o marketing pretende renegociar com Banrisul (contrato válido até junho de 2009), Unimed (fevereiro/09) e Tramontina (dezembro/08) números mais significativos do que os atuais.“Estamos em tratativas e tudo indica que nossos patrocinadores tradicionais estarão conosco em 2009” - declarou Jorge Avancini, vice-presidente de marketing colorado.

Redação Sport Marketing

TBZ na justiça

A empresa de licenciamento e merchandising TBZ, que geriu as marcas dos três maiores clubes portugueses e do Real Madrid, está sob investigação do Ministério Público por insolvência dolosa. O banco Efisa, agora nas mãos do Estado português, detém 50 % do capital desta empresa. O processo está sendo conduzido pelo Departamento de Investigação Penal (DIAP) de Lisboa, tendo como base suspeitas de contração de dívidas com intenção de prejudicar credores. A TBZ, que tem sido acusada judicialmente por fornecedores e clientes devido a falhas nos pagamentos, é detida em 50% pelo banco Efisa, comprado no início da década pelo Banco Português de Negócios (BPN). Com a nacionalização da instituição financeira, a empresa passa pertencer ao universo do Estado. Além do processo de insolvência dolosa, a TBZ foi vítima de um processo por parte de um fornecedor, a empresa China do Século XXI, que reclama dívidas de um milhão de euros. Em Novembro, a Puma interpôs um processo de insolvência contra a empresa, por dívidas acumuladas de 850 mil euros. E, este mês, Benfica, Sporting e FC Porto rescindiram os contratos com a TBZ, alegando incumprimento de obrigações contratuais. Seguiram os passos do Real Madrid, que cessou relações com a TBZ em junho. No final do ano passado, a TBZ apresentava um faturamento acima de 20 milhões de euros, o que representa um crescimento de 103% face a 2004. No entanto, o endividamento também subiu para os 20,7 milhões de euros, quase 20 vezes mais do que o capital próprio (1,6 milhões de euros). Pelo menos desde 2004 que a empresa apresenta problemas de liquidez.

Redação Sport Marketing

Banco Espírito Santo não renova contrato de patrocínio

O Banco Espírito Santo não vai renovar o contrato de patrocínio dos três grandes times portugueses: Benfica, Porto e Sporting. Segundo informações de Paulo Padrão, diretor de comunicação, o banco e os clubes não chegaram a acordo depois do BES ter proposto uma redução do valor dos contratos. O contrato vai-se manter até junho de 2009, mas depois o BES vai manter-se apenas na seleção portuguesa, com a qual tem contrato até junho de 2010. Anualmente o investimento da instituição financeira no Benfica, Porto e Sporting atinge os 3,5M de euros e segundo a Cision, empresa que monitora e quantifica os investimentos publicitários e patrocínios em Portugal, o retorno vale 18 vezes o custo. O BES adiantou ainda que está renegociando os direitos de imagem de Cristiano Ronaldo.

Redação Sport Marketing

Ho, ho, ho!

Todos nós da Redação Sport Marketing, agradecemos o presente da sua audiência diária, em 2008 e desejamos a você, neste dia de Natal, altos investimentos em paz, amor, alegria, fraternidade e sucesso! Que a mensagem da imagem do Menino Jesus seja a marca registrada nos corações de todos vocês e que a parceria dos Três Reis Magos inspire os negócios do coração neste dia especial. Feliz Natal !

Ho, ho, ho! Estes são os desejos de:

Deborah Ribeiro - Diretora Redação Sport Marketing e equipe

24 de dez de 2008

Cervejaria dinamarquesa critica direção dos Reds

Keld Strudahl, diretor de marketing internacional da Carlsberg, cervejaria que patrocina o Liverpool, criticou a direção dos Reds por interromper as obras em Stanley Park. Os trabalhos foram iniciados em junho, mas pararam devido ao crescimento dos custos financeiros após a crise econômica mundial. O clube negou que estivesse abandonando o projeto ou que consideraria nova ampliação de Anfield, o atual estádio. Strudahl considera o atraso prejudicial ao clube em longo prazo. A reclamação é direcionada a Tom Hicks e George Gillet, empresários norte-americanos que compararam os Reds em 2007. O diretor da Carlsberg ainda afirmou que todos no Liverpool sabem que o clube está à venda. “Que o Liverpool está à venda é um segredo mal mantido, mas ninguém tem dinheiro para comprar” - comentou. Gillett seria o maior interessado a se desfazer de sua participação nos Reds. A cervejaria dinamarquesa disse que um potencial comprador seria o Dubai Internacional Capital, empresa de investimentos ligada ao governo de Dubai, nos Emirados Árabes. Em um cenário de crise a DIC seria uma das poucas empresas em condições de comprar o clube e investir pesado. A Carlsberg patrocina a camisa do Liverpool há 16 anos. O atual contrato termina em 2010 e prevê o pagamento de £ 7,3 milhões (€ 7,67 milhões) por ano.

Redação Sport Marketing

23 de dez de 2008

LOCOG terá Centro de Imprensa patrocinado pelo governo

O LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres, entidade responsável pela infra-estrutura dos Jogos de 2012 afirmou que espera obter do poder público 318 milhões de euros necessários para a construção do Centro de Imprensa. Segundo noticiou a agência EFE, o presidente do órgão, John Armitt, citou que, devido à crise econômica, existe pouca possibilidade dos recursos serem patrocinados pela iniciativa privada."Inicialmente pensávamos que teríamos capital privado e público, mas tememos que será 100% público"- disse Armitt, em entrevista ao jornal britânico Evening Standard. Sobre o projeto, o presidente ressaltou que a intenção do órgão é criar uma estrutura permanente e divisível, que possa ser utilizada por empresas de comunicação ao final dos Jogos Olímpicos.

Redação Sport Marketing

Espanha e Portugal juntas pela Copa

A Federação de Futebol da Espanha (RFEF) finalizou a proposta da candidatura espanhola para organizar a Copa do Mundo de 2018 em conjunto com Portugal. A Espanha, atual campeã européia, e Portugal declararam interesse em sediar o torneio depois que a FIFA anunciou que receberá as candidaturas para os Mundiais de 2018 e 2022. O presidente da FIFA, Joseph Blatter, disse que a Espanha, sozinha ou com Portugal, era forte candidata para 2018, assim como Inglaterra e Holanda com Bélgica. Austrália, China, México e Rússia também manifestaram interesse. A Espanha não sedia a Copa do Mundo desde 1982, mas Portugal construiu 10 novos estádios para receber a Eurocopa de 2004. A candidatura vencedora será anunciada em dezembro de 2010.

Redação Sport Marketing

Robinho compra carro de luxo

O jogador brasileiro Robinho, do Manchester City, que até pouco tempo andava de táxi, pois se confundia em dirigir na faixa da esquerda, já superou o problema. Segundo o jornal “The Sun”, Robinho comprou um Lamborghini Gallardo LP560-4. O valor do carro não foi divulgado, mas sabe-se que só dirige um Lamborghini quem pode!

Redação Sport Marketing

Novak Djokovic é o protagonista do vídeo de Natal

O tenista sérvio Novak Djokovic é o protagonista do vídeo de Natal do circuito ATP. Novak, que gosta de imitar os tiques dos colegas, também mostra toda a sua irreverência no filme. Ao lado do treinador Marian Vajda, o campeão da Masters Cup, aparece vestido de Pai Natal e revela os dotes de cantor que se deixa atrapalhar pela barba... O vídeo conta ainda com a participação de Andy Murray, Jo-Wilfried Tsonga, Gilles Simon, Florent Serra, David Ferrer, Nikolay Davydenko, Marcelo Melo e André Sá.

Redação Sport Marketing

FINA agenda data para decidir futuro de maiôs

A Federação Internacional de Natação (FINA) agendou uma reunião para 20 de fevereiro, em Laussane, na Suíça, que definirá o processo de aprovação dos maiôs para oficiais da modalidade. “A aprovação dos maiôs é uma questão complexa e precisa ser analisada com cuidado. Por isso a FINA busca a colaboração de todos os envolvidos para que a decisão possa ser aceita e compreendida por todo o mundo da natação”- explicou um comunicado da entidade, que chamou fabricantes, nadadores, representantes legais e especialistas para participarem da discussão em que serão analisados fatores como material, espessura e uso os maiôs. O estopim para uma onda de discussões sobre o material esportivo utilizado na natação foi o lançamento do maiô LZR Racer, da Speedo, em março de 2008 e utilizado pela maioria dos nadadores nos Jogos Olímpicos de Beijing.

Redação Sport Marketing

Toyota pretende cortar investimentos em marketing esportivo

A Toyota admitiu que vai cortar os investimentos em marketing esportivo. A empresa, que teve neste ano, o primeiro prejuízo operacional após sete décadas, pretende economizar na F1, mas se comprometeu em não abandonar a categoria. Katsuaki Watanabe, presidente da Toyota, não deu detalhes sobre como a fabricante japonesa vai reduzir custos. A equipe está há sete anos na principal categoria do automobilismo e ainda não conseguiu nenhuma vitória. "É muito difícil manter o atual nível"- admitiu Watanabe, em entrevista concedida na fábrica da Toyota, em Nagoya. Apesar disso, ele considera que a F1 é um boa forma de atrair jovens consumidores. As indústrias automobilísticas foram atingidas pela crise financeira nos Estados Unidos, maior mercado do setor no mundo. Teme-se que a crise se espalhe para outras regiões, incluindo os mercados emergentes, que têm sustentado parte das venda dessas empresas. Subaru e Suzuki deixaram o Campeonato Mundial de Rali. A F1 anunciou medidas com o objetivo de reduzir os custos das equipes em 2009, depois da saída da Honda, em dezembro, e da Super Aguri, em abril. A expectativa da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) é que as mudanças para a próxima temporada ajudem as principais equipes a reduzir em um terço os gastos que tiveram em 2008.

Redação Sport Marketing

Bradesco patrocina “Jogo das Estrelas”

A Bradesco Seguros e Previdência – com o apoio da Bradesco Vida e Previdência – patrocina, pelo terceiro ano consecutivo, o Jogo das Estrelas. A tradicional partida de futebol beneficente realizada pelo ex-jogador Zico, acontece nesta terça-feira, dia 23, a partir das 17h30, no Estádio do Maracanã. A renda será revertida para 20 instituições de caridade do Estado do Rio e para ajudar as vítimas das enchentes em Santa Catarina. Nesta que será a quinta edição, a partida marcará o reencontro de três grandes ícones do futebol brasileiro – Zico, Rivelino e Roberto Dinamite. Craques que atuam no Brasil e no exterior também já confirmaram presença, como Adriano, Cafu, Roberto Carlos, Rivaldo, Djalminha, Júnior, Raí, Leonardo e Edmundo, entre outros. A transmissão ao vivo é do Sportv. De acordo com o Diretor-Executivo de Marketing do Grupo Bradesco de Seguros e Previdência, Jorge Nasser, “o patrocínio ao Jogo das Estrelas se alinha a outras ações do Grupo que visam resgatar a história de um dos traços mais marcantes da cultura brasileira, o futebol.”

Redação Sport Marketing

As contas do Pan 2007 vão parar na Justiça

A prefeitura reivindica do Comitê Organizador dos Jogos Pan-americanos 2007 - Co-Rio, o pagamento de R$ 8 milhões referente a despesas extras bancadas pelos cofres municipais para garantir a realização do evento. Apenas a prefeitura gastou cerca de R$ 1,4 bilhão. Em nota, o Co-Rio negou responsabilidade em relação à cobrança da prefeitura. A entidade de direito privado, presidida por Carlos Arthur Nuzman, que também comanda o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o Co-Rio informou que, de acordo com apuração dos balanços e demonstrativos de resultados, a entidade é credora do município. O Comitê alega que ainda aguarda o pagamento de convênios firmados com a prefeitura por ocasião dos jogos. Autorizada pelo prefeito Cesar Maia, que deixará o cargo no próximo dia 31, a Controladoria-Geral do Município vai incluir o Co-Rio na dívida ativa. "Há um contrato com obrigações, direitos e deveres. Neste contrato, a prefeitura tem direitos. Chegamos a um saldo de R$ 13 milhões. O Co-Rio recalculou e passou para R$ 8 milhões. Aceitamos, mas não pagaram. A prefeitura tem obrigação de inscrever em dívida ativa" - explicou Maia, que ainda ironizou a nota da entidade. "Para quem aplicou R$ 1,4 bilhão, só rindo"- disse. No total, os governos federal, estadual e municipal repassaram R$ 3,7 bilhões para garantirem a realização do Pan. O estouro foi de 793,72% a mais do que o previsto em 2002, quando a cidade ganhou o direito de sediar a competição, quando os governos registraram que gastariam apenas R$ 414 milhões. O principal pagador dos Jogos foi o governo federal, que gastou R$ 1,8 bilhão. Pelo orçamento inicial, a União não desembolsaria nem sequer 8% disso R$ 140 milhões. A prefeitura é a primeira entre os entes governamentais a cobrar na Justiça uma dívida deixada pelos organizadores dos Jogos cariocas. O Co-Rio não informou o valor do seu crédito junto ao município no comunicado. Cesar Maia admitiu que a bilionária conta do Pan atrapalhou os últimos anos de mandato. Em entrevista à Folha de S.Paulo, no domingo, disse: "Do ponto de vista da ação do governo, foi o elemento de desintegração da imagem". Ele diz ter sido obrigado a deslocar os investimentos para bancar o evento. "Perdemos qualidade, o que permitiu que a crítica ao governo, injusta, fosse absolutamente certa. A imagem ruim estava construída". O presidente do Co-Rio, Carlos Arthur Nuzman, não fez comentários.

Redação Sport Marketing

Suzuki deixa Mundial de Rali

A Suzuki anunciou que não continuará no Mundial de Rali em 2009. A fabricante japonesa é mais uma montadora que repassa às competições os prejuízos com a crise financeira mundial. "Em resposta à diminuição das vendas, causada pela turbulência financeira global, a Suzuki começará imediatamente a adotar medidas para assegurar a continuidade de seus negócios. Por isso, a organização decidiu rever as áreas de operação e vai focar em questões vitais" - disse a montadora, em nota oficial. A Suzuki começou a participação no Mundial de Rali em 2002, quando estreou na categoria Junior. Neste ano, a montadora entrou na categoria principal e terminou na quinta posição entre as seis equipes que disputaram a competição. Na área de motovelocidade, a empresa deve manter os investimentos e continuar competindo, tanto na MotoGP como na Superbike. Depois da crise, a Honda deixou a F1 e a Audi restringiu atividades nas competições de Turismo.

Redação Sport Marketing

21 de dez de 2008

Honda cheia de esperanças

Nick Fry, diretor executivo da Honda Racing, voltou a afirmar que existem vários interessados na compra da equipe, realçando que o negócio ficará concluído nos primeiros dias de janeiro 2009."Temos tido um grande nível de interesse desde que a Honda Motor Co. anunciou o abandono da F1. As negociações têm decorrido de forma bastante intensa. Ross Brawn e eu temos tido numerosas reuniões com diversos potenciais compradores que manifestaram desejo de comprar a equipe". Na opinião do responsável da ecuderia nipônica, o negócio depende não só das verbas envolvidas, mas, também, da estrutura para a próxima tremporada. "O trabalho de desenvolvimento e construção do nosso carro para 2009 continuará durante as próximas semanas de modo a garantir que o nosso objetivo de estar na largada em Melbourne, será alcançado". Resta esperar que a equipe orientada por Nick Fry e Ross Brawn feche rapidamente o negócio, para conseguir realizar os testes essenciais antes do início da temperada.

Redação Sport Marketing

Crise financeira mundial alcança Indy

Os organizadores da corrida de Detroit anunciaram que não vão sediar a prova na próxima temporada. O motivo seria a crise financeira mundial. Terry Angstadt, presidente da divisão comercial da Indy Racing League, disse que o órgão vai estudar alternativas para preencher o espaço no calendário. “A situação econômica de nossa região, estado e país está em dificuldades” - disse Roger Penske, presidente do circuito de Detroit. “É uma pena termos que adiar a prova, mas arrumar patrocínio e apoio no curto prazo estava sendo uma tarefa muito difícil”. O circuito abrigou nos dois últimos anos etapas da categoria tendo como vencedores Tony Kanaan e Justin Wilson.

Redação Sport Marketing

FIFA solidária com crise dos clubes

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, durante reunião em Tóquio, falou sobre a influência da crise financeira mundial nos clubes de futebol. "Estamos envolvidos no impacto da crise sobre os clubes. Algumas ligas perderam patrocinadores e os direitos de TV. Devemos nos mostrar solidários nestes tempos problemáticos. Sir Alex Ferguson disse recentemente que o Manchester United havia sido afetado pela crise, e Karl Heinz Rummenigge explicou que o Bayern de Munique não teria condições de comprar jogadores nesta temporada" -revelou. "Independente do que aconteça, eu disse aos membros do comitê executivo da FIFA que devemos ser solidários neste período de crise e ajudar os que mais precisarem" - declarou.

Redação Sport Marketing

FIFA não teme a crise

Com um modelo administrativo e de programa de marketing parecido com o do IOC - International Olympic Committe - Comitê Olímpico Internacional (COI), baseado em rendas advindas da organização quadrienal de eventos, a Federação Internacional de Futebol (FIFA) afirmou que não foi afetada pela crise econômica mundial."Temos a chance de nossa situação financeira ainda ser, pelo menos por enquanto, muito confortável", declarou o presidente, Joseph Blatter, em Tóquio. Battler acrescentou que a FIFA tem vários milhões de dólares de reserva. "Podemos olhar para frente com otimismo, mas não com um otimismo exagerado" - disse. A FIFA afirma que já se preparou para as duas próximas Copas do Mundo (2010 e 2014), com US$ 650 milhões, em caso de adiamento ou eventual mudança do país sede.
No que se refere ao orçamento da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul, a entidade afirmou já ter garantido 95%.

Redação Sport Marketing

20 de dez de 2008

Tata patrocinará Ferrari em 2009

A Tata Motors, um conglomerado indiano fechou contrato de patrocínio com a Ferrari. O contrato começa a vigorar a partir da próxima temporada. "É a primeira vez que uma companhia indiana patrocinará a Ferrari. É algo histórico" - disse presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo. Um porta-voz da empresa italiana ainda teria confirmado as negociações, revelando que alguns detalhes da transação devam ser divulgados dentro de pouco tempo. A Tata já patrocinou equipes de F1 antes, incentivando a carreira do primeiro piloto indiano da categoria, Narain Karthikeyan. A primeira vez foi em 2005, na Jordan, passando posteriormente para os monopostos da Williams.

Redação Sport Marketing

Lenovo deixa Williams na pista

Depois de encerrar o patrocínio dos Jogos Olímpicos, a Lenovo, empresa chinesa da área de informática, trocou a equipe Williams pela McLaren na temporada 2009. A empresa instalou um supercomputador no túnel de vento da Williams no último verão, como parte do trabalho com a equipe. A Lenovo fornecerá todos os computadores e soluções de informática para a escuderia e ainda cederá técnicos chineses para dar respaldo nas corridas." McLaren e a Lenovo estão comprometidas para conseguir vantagens competitivas de engenharia. Estamos ansiosos para ter essa contibuição signifcante em termos tecnológicos. A empresa nos fornecerá notebooks e computadores"- disse Martin Whitmarsh, presidente da McLaren.

Redação Sport Marketing