19 de nov de 2008

Puma pede falência da TBZ

A Puma interpôs, no Tribunal de Comércio de Lisboa, um requerimento para a declaração de falência da TBZ, empresa de licenciamento esportivo, devido a uma dívida, anunciou a marca esportiva em comunicado. A ação judicial acontece depois da Puma ter executado, sem sucesso, “várias tentativas, em mais de seis meses, para resolver o pagamento da dívida”. “A Puma não encontrou alternativa senão requerer a referida declaração de falência da empresa devedora. A TBZ demonstrou por diversas vezes e de diferentes formas ser incapaz de apresentar um plano de pagamentos”, lê-se no comunicado. O montante em dívida da TBZ não foi divulgado. A Puma, responsável pelos uniformes do Sporting, espera “assegurar” que as camisas do clube português “continuem disponíveis nas lojas”. A TBZ entregou ao Sporting e Benfica as lojas que explorava, o mesmo sucedendo com o FC Porto, neste caso em relação a quatro espaços comerciais. Mesmo assim, a empresa mantém contratos, “por vários anos”, com os três maiores clubes portugueses, “nomeadamente em termos de licenciamento, promoções, distribuição e catálogos, entre outros”. A TBZ emprega atualmente cerca de 100 funcionários.

Redação Sport Marketing