3 de nov de 2008

Produtos orgânicos na Copa de 2014

A agricultura orgânica nacional está de olho na Copa do Mundo de 2014. O evento pode representar uma oportunidade-chave. Por isso, empresários e agricultores do setor vão pedir à organização do evento e ao governo federal a inclusão dos alimentos ambientalmente sustentáveis no cardápio que será servido durante o encontro esportivo. "Seria um avanço e tanto para o setor. O governo federal já mostrou que está do lado dos produtores. Vamos negociar a inclusão” - disse Maria Beatriz Costa, uma das organizadoras das feiras BioFach América Latina e ExpoSustentat. Segundo ela, a iniciativa pode disseminar o consumo dos orgânicos produzidos no país,estimado em US$ 700 milhões (R$ 1,6 bilhão) por ano. Atualmente, cerca de 70% da produção nacional do segmento é exportada, fazendo do Brasil o responsável por cerca de 1,75% do mercado mundial de orgânicos que movimenta US$ 40 bilhões (R$ 92 bilhões) anualmente. Na avaliação de Maria Beatriz, o mercado brasileiro vem crescendo muito, em média 20% por ano, mas especialistas do setor acreditam que só a promoção dos orgânicos pode fazer com que os produtos sejam comercializados no Brasil em proporções semelhantes às registradas na Alemanha, que tem um dos mercados mais desenvolvidos nessa área.


Redação Sport Marketing