26 de nov de 2008

LeBron James e Microsoft não renovam

LeBron James não renovou patrocínio com a Microsoft, gigante do ramo da informática. Keith Estabrook, porta-voz do ala do Cleveland Cavaliers - mesmo time do pivô brasileiro Anderson Varejão -, confirmou o encerramento do acordo de dois anos negócios entre a empresa e o jogador de basquete. LeBron foi garoto-propaganda da Microsoft, tendo participado de anúncios de novos produtos da megaempresa norte-americana. No entanto, o astro foi pouco utilizado, tendo feito comerciais para a televisão sobre novos produtos apenas no início de 2007. Nesta temporada, LeBron James aparece como o maior cestinha da liga norte-americana de basquete, liderando o Cleveland Cavaliers em uma campanha que já tem 11 vitórias e apenas três derrotas. LeBron James diz que a crise financeira economica mundial não vai dificultar os contratos de patrocínio, mesmo após a notícia do rompimento de acordo entre o golfista Tiger Woods e a General Motors (ler matéria arquivo Sport Marketing: GM cumpre promessa e corta verba do golfe). James, 23 anos, trabalha com uma série de empresas, incluindo Nike e Coca-Cola Co. . "Todos os contratos são de longo prazo. Só posso comentar aquilo que eu tenho e olhar em frente" - disse o jogador. James assinou um contrato de sete anos, no valor de US$ 90 milhões com a Nike antes de entrar na NBA.

Redação Sport Marketing