17 de nov de 2008

Bluetooth Marketing receita de sucesso

Os clubes Ingleses e Brasileiros foram os primeiros a iniciar a exploração do “Bluetooth Marketing”. Através da instalação de uma rede de comunicação nos estádios, é enviada aos adeptos, durante o jogo, uma mensagem pedindo uma autorização prévia para downloads de imagens, vídeos e mensagens. As receitas vêm das empresas que desejem anunciar através deste sistema. Cerca de 1/3 dos clubes Ingleses e Brasileiros já tem o sistema bluetooth instalado. Os valores são negociados através da empresa detentora dos direitos e vendida em pacotes de publicidade, sendo que o clube recebe um máximo de 50% da receita. Segundo os cálculos e a publicação do site Sport Finance no Brasil cerca de 25% dos adeptos no estádio aderem ao produto e cada clube recebe em média cerca de 15 mil Euros por jogo, dividido em 3 pacotes de publicidade no valor de 5 mil Euros cada. Ainda segndo so site, na Inglaterra. o Portsmouth instalou e testou recentemente o sistema e num estádio com 20.000 adeptos, cerca de 6.000 fizeram downloads de pequenos vídeos, o que gerou uma receita superior a 4 mil Euros, já contabilizado o número de mensagens e imagens publicitárias. Acredita-se que este novo sistema poderá render aos clubes entre 150 e 300 mil Euros por temporada, apenas em jogos da liga. No GP Brasil, a Petrobras aproveitou a F1 para realizar ações de mobile marketing. Já a Puma aproveitou o GP de Shanghai, na China, para lançar uma campanha que contava com mobile site, mobile game e diversas iniciativas de mobile advertising. O foco da campanha era um mobile game chamado “F-Wan”. O jogo de corrida customizado podia ser baixado no mobile site da marca. Para tornar o jogo mais atraente, a Puma distribuiu prêmios para os jogadores que puderam enviar os resultados das corridas via SMS e em troca receber pontos. Outra maneira de somar pontos foi indicar o game para um amigo. Toda semana, os três participantes com as maiores pontuações ganhavam prêmios da Puma, como bonés e tênis, todos vinculados à F1. Os participantes ainda podiam ganhar wallpapers e temas da Puma. Para conquistar muitos downloads do F-Wan e/ou gerar tráfego para o mobile site, a Puma elaborou um plano de mobile advertising robusto. Banners e links foram impressos nos três principais portais móveis chineses (off-deck): QQ, 3g.cn e Kong.net . WAP pushes foram enviados para a base opt-in da PUMA. Outra alternativa que os usuários tinham para conseguir chegar até o mobile site foi enviar a palavra-chave “PUMA F Wan” para um determinado shortcode e receber como resposta o link para o mobile site.

Redação Sport Marketing