14 de out de 2008

Renault corre contra a crise

A saída da ING da Renault para a Honda, colocou a escuderia em uma zona de perigo. A equipe além de ter uma imagem bastante modificada no próximo ano, ainda procura apoios para completar um orçamento que, como foi anunciado recentemente, vai ser aumentado entre 30 a 40%. Quem irá se beneficiar é a Total, marca de lubrificantes franceses, que pretende concentrar esforços na F1, reduzir o envolvimento em outras categorias. A Total terá a marca exposta na asa traseira da Renault e nas laterais e no nariz dos carros da próxima temporada. Mas a Total - que já apoia a Renault através da Elf - não poderá compensar a perda da ING, pelo que Flavio Briatore está à procura de mais um bom patrocinador, que cubra a diferença e ajude a completar o orçamento, apesar da atual crise financeira mundial.

Redação Sport Marketing