16 de out de 2008

Governo britânico libera verbas para construções

O governo britânico liberou 95 milhões de libras adicionais (167 milhões de dólares) para evitar atrasos nas obras da Vila Olímpica de Londres-2012. Dirigentes olímpicos alertaram na semana passada que a crise do crédito poderia provocar um déficit de 250 milhões de libras no projeto, uma parceria público-privada. A ODA, órgão responsável pelas construções dos Jogos de Londres, recebeu um pagamento parcial do fundo de contingência do governo, que tem um montante de 2,7 bilhões de libras. Em nota, a ODA disse manter as discussões sobre o financiamento de longo prazo, apesar do "dificílimo ambiente econômico". "Vamos informar sobre o progresso nas próximas semanas e meses", diz o texto. A desaceleração econômica também afetou o número de apartamentos planejados para depois dos Jogos. Com a queda no preço das moradias, que poderia ameaçar a recuperação do dinheiro investido na Vila Olímpica, o número de apartamentos a serem vendidos caiu de 4.200 para cerca de 3.000.

Redação Sport Marketing