22 de out de 2008

Canadá enfrenta Ecclestone

Os organizadores do GP do Canadá de F1 afirmaram que os pagamentos relativos às temporadas de 2006 e 2007 já foram saldados. A declaração vai de encontro ao que afirmou Bernie Ecclestone, presidente da Fórmula One Management (FOM), que negou ao país americano a disputa de um GP em 2009. Ecclestone, que administra a F1, anunciou que Montreal não está no calendário 2009, porque os organizadores canadenses não tinham pago as tarifas dos anos anteriores. "Sim é certo que temos um desacordo comercial quanto a nossas obrigações monetárias, mas apenas para 2008", declarou Paul Wilson, vice-presidente de marketing do GP de Montreal. "Estávamos trabalhando duro para resolver o problema e resolver assim nossas obrigações de 2008 quando Bernie Ecclestone, sem aviso prévio, surpreendeu a todos ao tirar, unilateralmente, o GP do Canadá do calendário de 2009 da FIA" - acrescentou o vice-presidente de 'marketing' da prova. A renúncia da Federação Francesa de Automobilismo de organizar uma prova em 2009 abre nova oportunidade ao Canadá de recuperar o evento, embora Ecclestone não esteja favorável ao retorno de Montreal ao calendário.

Redação Sport Marketing