16 de out de 2008

Cadbury - um parceiro de pêso

Enquanto o LOCOG - London Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres procura novos parceiros e, apesar da crise financeira mundial, se esforça para fechar acordos de patrocínio locais, o diretor Sebastian Coe se defende da insatisfação dos londrinos. A negociação com a fabricante de chocolates Cadbury está agitando alguns defensores da saúde. "É um assunto muito sério, pois existe açúcar demais em nossas dietas. Se eles só vão tentar vender mais barras de chocolate atrás deste negócio com o LOCOG, então eu me oponho" - disse Dr David Haslam, diretor clínico do National Obesity Forum. A Cadbury tem tradição no marketing esportivo. Cinco anos atrás, a empresa também causou controvérsia quando lançou a promoção 'Get Active!', a qual encorajou crianças a comer chocolates em troca de equipamentos esportivos para a escola. A ação foi lançada em parceria com a Youth Sport Trust e teve apoio do então Ministro de esporte, Richard Caborn, que foi fortemente censurado. Calculou-se que para uma escola ganhar um conjunto de redes de vôlei, por exemplo, as crianças teriam que consumir cerca de £2.000 em barras de chocalate, o equivalente a quase 1.25 bilhão de calorias. A Cadbury insiste que as estratégias de marketing da empresa mudaram e que não pretendem mais encorajar volumes mais altos de vendas. A companhia se recusa a discutir detalhes sobre a intenção de estar entre as empresas ligadas aos Jogos Olímpicos de Londres, mas um porta-voz afirmou que: "Nós não faríamos nada que encorajasse as pessoas a comer mais chocolate." (ler matérias arquivo Sport Marketing: Cadbury de olho nos Jogos de 2012; Sport Marketing: LOCOG tenta driblar a crise).

Redação Sport Marketing