26 de out de 2008

BM&F Bovespa x Rede Atletismo - rivalidade aumenta qualidade

A BM&F Bovespa, com 20 anos de patrocínio ao atletismo e equipe própria desde 2002, vê a chegada da novata Rede Atletismo, que rica, oferece algo que 10 entre 10 atletas sempre sonharam: infra-estrutura de Primeiro Mundo. A Rede Atletismo, oferece um Centro de Treinamento com pista certificada pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF), capaz de seduzir a saltadora Maurren Maggi e o técnico, Nélio Moura, justificando a recente quebra de contrato com a BM&F (ler matéria arquivo). Ligada à Rede Energia, empresa que reúne nove concessionárias responsáveis por 35% da distribuição de energia elétrica no Brasil, a Rede Atletismo fez em 2008 a primeira temporada. Reuniu atletas que estavam em equipes periféricas e levou 12 deles para Beijing, incluindo parte da equipe do revezamento 4 x 100 m masculino, 4.ª colocada nos Jogos. No ano de estréia, conseguiu uma façanha. Venceu a competição masculina do Troféu Brasil, encerrando uma hegemonia da BM&F que durava havia sete anos. Com sede em Bragança Paulista, a 90 km da capital, é fruto do desejo pessoal do empresário Jorge Queiroz de Moraes Júnior. Hoje presidente do conselho de administração da Rede Energia, orgulha-se em dizer que fez a primeira viagem internacional, para o Chile, ainda na década de 1960, para representar o Brasil em um Sul-Americano de juvenis. Era velocista.

Redação Sport Marketing