24 de set de 2008

Petrobras e Flamengo - tanque cheio de reclamações

Finalmente um departamento de marketing resolveu exigir o mínimo de profissionalismo do time da Gávea! Estamos falando do departamento de marketing da Petrobras, que demorou, mas decidiu colocar os pingos nos 'is' com relação à falta de respeito à marca que paga para estar na camisa dos jogadores, mas que nem sempre aparece nos momentos principais do time, porque os jogadores resolvem comemorar com a camisa na cabeça, sem camisa, com outras camisas por baixo, enfim...escondendo a logomarca da empresa patrocinadora. Pois chegou a hora do Flamengo se profissionalizar ou perder o pouco que lhe resta! O acordo prevê que o Rubro-Negro receba cerca de R$ 16 milhões neste ano. A empresa já pagou metade, mas se recusa a quitar o restante, pois cobra dívida de R$ 1,6 milhão por não cumprimento do contrato. Os uniformes dos esportes olímpicos também não estão com a marca da Petrobras que está no clube desde 1984 e, além disso, o Fla não tem a Certidão Negativa de Débito com a Fazenda Municipal. Em resumo, a relação entre clube e empresa não está boa e o processo de renovação para 2009 promete ser tumultuado. O Fla acredita que deve receber mais (pelo menos R$ 20 milhões anuais) pelo novo contrato e acusa a Petrobras de fazer pouco caso do assunto. Como se não bastasse o imbrólio com a Nike e a Olympikus, o Flamengo agora terá que se resolver com a Petrobras e, principalmente, mudar de comportamento, respeitando as marcas que se interessam em estar associadas ao time, caso contrário, poderá ficar com as mãos abanando! É hora do marketing do clube ser mais atuante e exigir profissionalismo no campo!

Redação Sport Marketing