22 de ago de 2008

Maurren Maggi é ouro em Beijing

Maurren Maggi, atleta patrocinada pela BM&F e Grupo Pão de Açúcar, é medalha de ouro no salto em distância dos Jogos Olímpicos de Beijing. A brasileira saltou 7,04m e garantiu pela segunda vez nesta edição olímpica, a marca Olympikus no degrau mais alto do pódio olímpico. O primeiro atleta brasileiro a ganhar ouro nos Jogos de Beijing foi o nadador Cesar Cielo. Aos 32 anos, Maurren Maggi foi a primeira mulher brasileira a ganhar a prova olímpica do salto em distância e a desfilar com a bandeira brasileira. O ouro olímpico de Maggi ofuscou a disputa do bronze da seleção masculina de futebol da qual o país esperava um desempenho bem melhor do que o apresentado nos Jogos de Beijing. O Grupo Pão de Açúcar vai oferecer prêmios (bônus pódio) aos competidores e pagará a Maurren Maggi pelo ouro R$ 100 mil e um pacote de viagem para a Disneylândia. Desde 2003, quando estabeleceu o sistema de bônus, já foram entregues mais de R$ 500 mil em prêmios. Tradicionalmente, a BM&F também entrega um prêmio em ouro aos medalhistas em grandes eventos. Contudo, a assessoria de imprensa da entidade, afirmou que até o momento não há nenhuma confirmação do bônus para Maurren. Ela também receberá outros R$ 50 mil da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Maurren foi escolhida para levar a bandeira do Brasil no desfile de encerramento dos Jogos. A medalha de Maurren foi a quarta feminina do Brasil nos Jogos de Beijing - antes, o futebol levou a prata, enquanto a judoca Ketleyn Quadros, na categoria leve, e as velejadoras Fernanda Oliveira e Isabel Swan, na classe 470, ficaram com o bronze.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008