1 de ago de 2008

Liberdade de imprensa meia boca

Após a pressão da mídia mundial e do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI), a China liberou a maioria dos sites que estavam censurados para acessos dos jornalistas que trabalham na cobertura dos Jogos Olímpicos de Beijing. Entre os sites liberados estão o da Anistia Internacional, o Wikipédia e de veículos de comunicação - BBC China, Apple Daily (Hong Kong) e Liberty Times (Taiwan). Continuam bloqueados sites com conteúdos considerados "inconvenientes" pelo governo chinês. O COI e o BOCOG - Beijing Organizing Committee Olympic Games - Comitê Organizador dos Jogos de Beijing concordaram em retirar as restrições de acesso à Internet aos jornalistas credenciados. Fora das zonas oficiais olímpicas, as restrições de acesso aos conteúdos da web serão as mesmas às quais está submetido o povo chinês.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008