18 de ago de 2008

GE esbanja tecnologia e números nos Jogos de Beijing

O pavilhão da GE no Olympic Park - Parque Olímpico (local reservado aos patrocinadores mundiais dos Jogos localizado entre o Estádio Nacional - 'Ninho de Pássaro' e o Parque Aquático 'Cubo D'água' é um verdadeiro espetáculo tecnológico. O General Electric Imagination Center é um verdadeiro centro de exibições de produtos GE que vão desde equipamentos de transporte, sistemas de segurança, passando por produtos relacionados a energia como turbinas de vento e até equipamentos médicos. Com os Jogos Olímpicos, a GE espera arrecadar cerca de US$1.7 bilhão em renda derivado de anúncios (a GE é do Grupo NBC Universal - rede de tv americana) e vendas de produtos industriais GE incorporados às instalações olímpicas, como, por exemplo, geradores elétricos. Em Beijing, a GE vendeu mais de US$700 milhões em produtos para o BOCOG - Beijing Organizing Committee Olimpic Games - Comitê Oganizadore dos Jogos Olímpicos de Beijing, inclusive equipamento de segurança para uma linha de metrô de Beijing e para o novo terminal do recém inaugurado aeroporto, além de equipamentos médicos instalados nos hospitais das Vilas Olímpicas e de 120 turbinas. Espera-se um lucro aproximado de mais de $150 milhões. A NBC Universal está a caminho para colecionar mais de US$1 bilhão em venda de espaços comerciais durante a mega histórica programação olímpica de 3.600 horas (ler matéria arquivo Sport Marketing - NBC fatura alto com Jogos Olímpicos; Patrocinador FIFA apóia NBC em Beijing; NBC e Microsoft driblam fuso horário olímpico; NBC se prepara para mega transmissão olímpica; NBC fará transmissão em vários idiomas dos Jogos de Beijing) da rede de tv detentora dos direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos com exclusividade para os Estados Unidos até 2012. Numa cobertura jornalística sem precedentes, a NBC abriu seis canais a cabo. A cerimônia de abertura teve uma média de 35 milhões de espectadores e as provas de natação que mostraram a supremacia do norte-americano Michael Phelps no Cubo D'água (ler matéria arquivo Sport Marketing - A supremacia Phelps - medalhas 6 e 7 - o toque de Midas; Quanto vale Michael Phelps - o rei das piscinas?; Fenômeno Michael Phelps eleva índices de audiência) atingiram índices fenomenais. A NBC Universal pagou cerca de US$894 milhões pelos direitos de radiodifusão dos Jogos Olímpicos para os Estados Unidos. Por outro lado, a NBC já gastou mais de US$100 milhões em custos operacionais e de produção, que incluam câmeras de alta definição e os salários para a equipe olímpica da NBC composta por mais de 2.900 pessoas. O livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros (selo COB Cultural), conta que a NBC está ligada ao Movimento Olímpico desde os Jogos de 1932, quando foi realizada a primeira transmissão por ondas de rádio dos Jogos Olímpicos de Los Angeles. Desde então, os Jogos Olímpicos têm sido um forte aliado da NBC por anos. No centenário olímpico, quando os Jogos foram realiados na terra da Coca-Cola, o evento de Atlanta, gerou US$75 milhões para a rede americana de televisão. A GE entrou recentemente para a lista dos patrocinadores TOPs do IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI), ao lado de outras doze empresas patrocinadoras mundiais: Coca-Cola, Lenovo, Atos Origin, Johson&Johnson, McDonald´s, Samsung, Panasonic, Manulife, Kodak, Visa, Omega (ler matéria arquivo Sport Marketing - Coluna Olímpica 7: G.E a luz dos Jogos; GE fecha com Comitê Olímpico espanhol).

Deborah Ribeiro - Diretora Sport Marketing - Beijing 2008