14 de ago de 2008

COI lamenta agressão, nada mais

O IOC - International Olympic Committe - Comitê Olímpico Internacional (COI) condenou nesta a agressão policial sofrida por um jornalista britânico que tentava cobrir uma manifestação pró-Tibet perto do Ninho de Pássaro, em Beijing (ler matéria arquivo Sport Marketing - Polícia chinesa 'baixa sarrafo' na imprensa). Policiais uniformizados agrediram John Ray, correspondente da Independent Television News (ITN), que acompanhava uma manifestação pró-Tibet. A porta-voz do COI, Giselle Davies, afirmou que os meios de comunicação devem poder trabalhar com liberdade. "O COI desaprova qualquer tentativa de impedir um jornalista que está trabalhando de acordo com as normas reguladoras" - declarou a porta-voz após o incidente. "Não queremos que isso se repita", acresentou. Ray estava legalmente credenciado para realizar a cobertura dos Jogos Olímpicos. O câmeraman, Ben England, também foi agredido e impedido de filmar o protesto.

Redação Sport Marketing