4 de ago de 2008

COI e YouTube fecham parceria

O IOC - International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI), anunciou que o YouTube terá um canal dedicado aos Jogos Olímpicos onde os internautas poderão assistir cerca de três horas diárias de conteúdos exclusivos. A emissão começará no dia de abertura dos Jogos Olímpicos e incluirá resumos, notícias e estará disponível diariamente em 77 territórios que não são oficialmente cobertos pelos detentores dos direitos de transmissão do evento. Trata-se de uma forma, do COI colocar em ação a cláusula da carta olímpica que garante a imagem dos Jogos Olímpicos para todo o mundo e, consequentemente, a evolução do Movimento Olímpico. O YouTube vai bloquear o acesso a todos os utilizadores cujo IP não seja proveniente de um desses 77 territórios, devido a questões relacionadas com os direitos de transmissão. Por esta razão, os conteúdos atingirão uma audiência estimada em apenas 200 milhões de pessoas, já que o número de utilizadores de serviços de vídeo online nos territórios cobertos, que incluem a Coréia do Sul, a Índia e Nigéria, é relativamente baixo. "Pela primeira vez na história olímpica teremos uma cobertura mundial online completa, e o COI terá o próprio canal e instalações de produção de conteúdos" - afirmou em comunicado Timo Lumme, diretor de televisão e serviços de marketing do COI. O site de vídeos poderá vender publicidade no canal olímpico, mas apenas a patrocinadores oficiais do evento e comprometeu-se a filtrar e bloquear todos os conteúdos que violem os direitos de autor do COI, incluindo filmagens captadas pelas câmaras das emissoras de tv.

Redação Sport Marketing - Beijing 2008