8 de ago de 2008

Anvisa veta publicidade com Pelé

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vetou a propaganda do analgésico Mirador, estrelada pelo ex-atleta Pelé. Ontem, foram proibidas no País todas as peças publicitárias do medicamento, veiculadas na TV, rádio, jornais e revistas. O argumento é que a publicidade induzia o consumidor ao erro, já que as expressões “muito bom” e “remédio forte” atribuíam características superiores à real eficácia do produto. Além das informações exaltadas sobre a medicação, o principal incômodo nos técnicos foi o slogan do Mirador: “O Pelé dos comprimidos”, frase entoada nos comerciais pela atriz global Ísis Valverde. A avaliação é que a analogia do analgésico ao desempenho profissional do ex-jogador de futebol “realiza uma comparação indireta com outros medicamentos da mesma classe terapêutica, o que é vedado pela legislação sanitária vigente”. A fabricante do remédio, a DM Indústria Farmacêutica, informou que foi notificada pela Anvisa e já alterou a publicidade. Por meio da assessoria, a empresa disse que “a campanha do Mirador foi modificada, em 1º de agosto, seguindo as orientações da Agência e uma nova versão do filme já está no ar”.

Redação Sport Marketing