16 de jul de 2008

Seis empresas pela Fonte Nova

Seis empresas disputam a obra do Estádio da Fonte Nova, em Salvador: Tecnosolo S.A., Urplan Grupo de Planejamento, Urbanismo, Arquitetura LTDA, a Ponto Z Arquitetura, Paisagismo e Consultoria LTDA, Setepla Tecnometal Engenharia LTDA e a Ernst & Young Assessoria Empresarial LTDA, além do pool entre KPMG Structured Finance S.A (KPMG SF) e Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados (MMSO). Segundo nota divulgada pela Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), as propostas apresentadas serão agora analisadas por comissão técnica integrada por representantes de secretarias de Estado que integram o Grupo Executivo de Trabalho da Copa 2014, criado no ano passado pelo governo estadual, e depois tornadas públicas. Até outubro, os estudos devem ser apresentados à FIFA, a tempo de garantir que Salvador seja uma das cidades subsedes da Copa de 2014. Pelo projeto original da CBF, no entanto, havia a previsão de construção de um novo estádio, a Bahia Arena, em vez da reconstrução da Fonte Nova.

Redação Sport Marketing