4 de jun de 2008

Porto é condenado e ações do Benfica disparam

O diretor de comunicação da UEFA, Williams Gallard, confirmou a decisão do Comitê de Controle e Disciplina do organismo em suspender o FC Porto por um ano da Liga dos Campeões e explicou o processo de substituição nas competições européias. "A razão tem a ver com a condenação na justiça portuguesa por corromper ou tentar corromper jogos" - disse William Gallard. A substituição do FC Porto na principal Liga européia depende da decisão do Comitê de Apelo da UEFA, uma vez que o clube já comunicou que irá recorrer da suspensão. "O Porto pode recorrer da decisão. Tem três dias para o fazer após a notificação oficial da decisão da UEFA. Se esgotarem todos os apelos e a decisão for confirmada, isso significa que as outras equipes da Liga portuguesa podem ocupar o lugar do time". Os regulamentos da Liga dos Campeões não permitem a participação de clubes envolvidos em "atos de corrupção de resultados de jogos". Em virtude dos fatos, as ações do Benfica, que se beneficiaria com a saída do Porto, disparam mais de 5%. Com o Porto fora das competições, o Benfica conseguirá ir às eliminatórias da Liga dos Campeões.

Redação Sport Marketing