26 de jun de 2008

Números do Atlético Mineiro assustam

Os números do Atlético Mineiro não são nada confortantes. O clube passa por sérios problemas financeiros com um déficit orçamentário mensal de R$ 2.267.500,00 (déficit acumulado de R$ 27.210.000,00 ao ano). O gasto mensal é de R$ 5.297.500,00 (a folha de pagamento é de aproximadamente R$ 2 milhões) e a arrecadação é de R$ 3.030.000,00. Ziza Valadares enviou uma carta para os Conselheiros do Atlético mostrando a realidade do clube. A carta foi repassada para a imprensa e está disponível no site oficial do clube. A prioridade do presidente no momento é tentar ajustar os aspectos burocráticos da instituição. Na carta, o presidente cita diversos ítens, como a Cidade do Galo, renegociação das taxas do Mineirão, melhores contratos de patrocínio esportivo da história do clube e a contratação do INDG (Instituto de Desenvolvimento Gerencial), certidões negativas de débitos e adesão à Lei de Incentivo ao Esporte. O presidente Ziza Valadares citou algumas soluções, como o melhor aproveitamento dos seis imóveis do clube. Para melhor viabilizar a captação de recursos, a Lei de Incentivo ao Esporte, parcerias e o marketing em torno do centenário estão sendo estudadas e realizadas.
Para o atual time, Ziza foi extremanente realista. Disse que o clube não pode fazer loucuras e tem que agir com responsabilidade. Sobre a qualidade do time, ele comentou: "Temos um time superior a 80% deste Campeonato Brasileiro. Temos cerca de cinco ou seis jogadores de grande qualidade. Precisamos é entrosar", enfatiza Ziza. Os salários estão atrasados há seis dias. E Valadares não fez questão de esconder: "Os salários estão atrasados sim. Os jogadores se reuniram comigo e espero na próxima semana saldar esse compromisso" - concluiu o presidente atleticano. O Atlético perdeu nesta temporada o título mineiro e ocupa apenas a décima colocação no Campeonato Brasileiro.

Redação Sport Marketing