27 de jun de 2008

Jogada de marketing dupla leva Ronaldinho à China

O craque Ronaldinho Gaúcho, viaja para a China para participar de um “tour" pela Ásia. O jogador fará a primeira parada na cidade de Xangai para doar 50 bolas de futebol Nike para as vítimas da tragédia. Gaúcho entregará as bolas com mensagens de apoio e solidariedade, que foram escritas pelas crianças do Instituto Ronaldinho, instituição social que ele mantém em Porto Alegre, cidade natal do jogador. O atacante também doará outros produtos Nike, autografados por ele, que ajudarão a levantar fundos para a construção de novas escolas nas cidades devastadas pelo terromoto. A província de Sichuan foi a mais atingida pelo tremor de 7,8 graus na escala Richter, no dia 12 de maio. O abalo matou e feriu centenas de milhares de pessoas. Enquanto os chineses tentam superar esse trauma e retomar à vida normal, Ronaldinho, sonha em representar o país nos Jogos Olímpicos de Beijing, porém, o time do jogador na Europa, afirma que não irá liberá-lo para o evento. A CBF, responsável pela convocação de Ronaldinho, por enquanto parece ignorar o posicionamento do time dono dos direitos do jogador. A ida de Ronaldinho à China, parece muito mais uma jogada dupla de marketing. A distribuição de materiais Nike, próximo ao mega evento olímpico, certamente, além de promover a marca americana por meio de uma ação social, irá ofuscar o brilho da alemã Adidas, patrocinadora oficial dos Jogos. Por outro lado, para Ronaldinho, a ida à China não deixa de ser uma forma de forçar o Barcelona a liberar o jogador para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos.

Redação Sport Marketing