26 de jun de 2008

Governo estuda aposentadoria para ex-campeões da FIFA

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, solicitou ao ministro do Esporte, Orlando Silva, para elaborar uma proposta ao Congresso Nacional de criação de uma aposentadoria para os campeões da Copa do Mundo da FIFA, que não tenham renda mínima para sobreviver. O pedido aconteceu no discurso durante cerimônia, no Palácio do Planalto, de condecoração dos Heróis de 58, em homenagem aos 50 anos da primeira conquista brasileira da Copa do Mundo. Para o presidente, o Estado fará uma reparação aos campeões da primeira Copa do Mundo. “Eu acho que um país de 190 milhões de habitantes não deve permitir que os poucos que conseguiram enaltecer a alma da nossa gente não mereçam reconhecimento do Estado brasileiro”. Alguns jogadores, segundo o presidente não têm “uma condição financeira digna” de sobrevivência. “Esse reconhecimento da parte do governo brasileiro é uma coisa maravilhosa” - afirmou o jogador Mazzola. A cerimônia contou com a presença de 11 jogadores da Seleção Brasileira de 58, que receberam do presidente Lula a medalha Heróis de 58 e uma camisa da Seleção Brasileira, com o nome de cada um deles. São eles: Zagalo, Pelé, De Sordi, Djalma Santos, Bellini, Zito, Mazzola, Pepe, Moacir, Dino Sani e Orlando Peçanha.

Redação Sport Marketing