23 de jun de 2008

Especial: Pesquisa avalia patrocinadores olímpicos


Uma nova pesquisa realizada pela CTR Market Research afirma que 70% de consumidores chineses consideram o patrocínio olímpico um selo de aprovação com respeito à qualidade de produtos da companhia. De um total de 2.000 pessoas ouvidas, em dez cidades importantes da China, pela pesquisa por telefone, 53.9% dos entrevistados expressaram a vontade de apoiar os Jogos Olímpicos de Beijing comprando produtos de um patrocinador. Segundo a pesquisa da CTR Market Research, a maior companhia chinesa nesta área, a Coca-Cola, maior companhia de bebidas de mundo, a Lenovo, maior fabricante de computadores da China, são as empresas que mais se beneficiaram em particular com os Jogos Olímpicos. São as marcas que estão mais associadas nas mentes dos consumidores chineses com relação aos Jogos, graças ao patrocínio. Aproximadamente, 31% dos entrevistados identificaram corretamente a Coca-Cola como patrocinadora oficial e 19.5% lembraram da Lenovo. As empresas concorrentes, que não estão ligados ao evento, tiveram uma associação baixa com o logotipo olímpico, com exceção da Pepsi que conseguiu uma menção de 8.5% dos entrevistados. Apesar da ausência na lista de patrocinadores locais, de acordo com a pesquisa da CTR, que é um braço da rede de televisão estatal chinesa, a China Central Television, CCTva, a marca Li Ning Co., fabricante chinesa de roupas esportivas, fundada pelo ginasta medalha de ouro olímpico Li Ning, foi a empresa local que mais foi confundida como patrocinadora oficial - 37.4% dos entrevistados fizeram a associação da empresa com o mega evento. A Nike e a ANTA Sports Products, também foram associadas com a imagem olímpica, apesar do patrocínio oficial de roupas esportivas ser da alemã Adidas, que obteve um reconhecimento de 22.8%. A companhia que teve o pior reconhecimento como patrocinador oficial exclusivo dos Jogos de Beijing foi a PICC - apenas 6.3% das pessoas entrevistadas identificaram a empresa como patrocinadora olímpica. De acordo com a CTR, a associação com a imagem olímpica mais intrigante foi na categoria bebidas à base de malte (cerveja). Entre os três patrocinadores olímpicos nesta categoria, a Tsingtao , que é a cerveja mais consumida na China, foi amplamente reconhecida pelo patrocínio oficial olímpico com 24,1% dos votos. As outras duas patrocinadoras, Anheuser-Busch's Budweiser ( 9.6%) e Yanjing Beer (3.3%), não foram bem sucedidas na promoção do envolvimento olímpico. Apesar de todos os pesares, pelos quais passaram os patrocinadores olímpicos dos Jogos de Beijing, os números mostram que a associação das empresas com Jogos Olímpicos de Beijing foi e ainda pode ser um grande negócio.

Jing Wang - Correspondente Sport Marketing - China