23 de jun de 2008

Emissoras de tv ameaçam boicotar eventos com casos de doping

A European Broadcasting Union (EBU) - União de Radiodifusão Européia e as redes de emissoras da Europa tomaram um posicionamento com relação ao doping. As emissoras pretendem
diminuir a cobertura de eventos esportivos se as federações não oferecerem máxima garantia na briga contra o doping. Segundo a EBU, que detém os direitos na Europa de uma série de eventos esportivos, entre eles os Jogos Olímpicos, os novos contratos pedem que os órgãos que regem as modalidades esportivas concordem com as regras da World Anti-Doping Agency - Agência Mundial Anti-Doping ou encarem a possibilidade de sanções em termos de direitos de transmissão e de tempo do evento no ar. "O número de casos de doping durante o último ano fortaleceu nossa determinação em perguntar aos nossos parceiros, emissoras de televisão, sobre o interesse de comprar essa briga contra o doping" - disse o diretor geral da EBU Jean Reveillon. "É nosso encargo tomar medidas e ter certeza que nossos espectadores estarão assistindo competições esportivas mais limpas possível". Os casos de doping estão arruinando o alto perfil de vários eventos esportivos, como, por exemplo, a Tour de France e é mais do que provável que será assunto durante os Jogos Olímpicos de Beijing. Os canais de televisão da Alemanha ARD e ZDF suspenderam a cobertura da Tour de France, no ano passado, em resposta ao ciclista alemão Patrik Sinkewitz que teve o teste positivo para níveis elevados de testosterona.

Redação Sport Marketing