24 de jun de 2008

Copa do Mundo da África gera US$3.2 bilhões

Danny Jordaan, o homem responsável pela bem sucedida campanha da África do Sul para sediar a Copa do Mundo, afirma que a Copa de 2010 será a mais comercialmente bem sucedida da história do futebol e diz que está cansado de ser perguntado se a nação terá tudo pronto na hora certa. "Nós já estamos vendendo ingressos e as pessoas ainda perguntam: 'Vocês estarão prontos?'" Jordaan ajudou a África do Sul se tornar anfitriã da Copa, depois de que foi estreitamente batida pela Alemanha na votação para a Copa do Mundo de 2006. "Eu penso que há uma concepção errada no mundo que existia um Plano denominado B. Isso não é real. Nem a FIFA e nem os patrocinadores comerciais ameaçaram tirar a Copa do Mundo da África. Tanto é que os patrocinadores estão pagando mais na África do que pagaram para associarem as marcas à Copa na Alemanha. Se a Copa do Mundo alemã gerou US$2.8 bilhões, o programa comercial da Copa do Mundo africana está gerando algo em torno de US$3.2 bilhões" - disse Jordaan, executivo oficial do Comitê Organizador Sul-Africano para a Copa de 2010. Daqui a um ano, o país sediará a Copa das Confederações e seis nações terão a chance de testar alguns estádios, transportes, instalações de hotéis, logística. Cinco das instalações da Copa do Mundo serão usadas e só um novo estádio, em Port Elizabeth, ainda está em construção, o qual, segundo Jordaan garante que estará finalizado em março de 2009, três meses antes da Copa de Confederações. "Pela primeira vez na história da Copa do Mundo o público terá DBVH, transmissão de imagem de vídeo digital, o que significa que você verá uma Copa do Mundo até do telefone celular. Depois da Copa, as pessoas verão a África não como um continente de aflições, mas um continente como um destino para turismo, um país para investimentos. Estou confiante que a Copa do Mundo mudará muitas concepções erradas que pessoas têm sobre a África" - desbafou Jordaan que esteve no Brasil como um dos palestrantes do Footecom 2008.

Redação Sport Marketing