13 de jun de 2008

Contrato de Scolari beira os 7,5 milhões de euros por ano

Comenta-se nos bastidores do futebol que as bases do contrato entre o Chelsea e Luiz Felipe Scolari deverão ter as seguintes cláusulas: duração de duas temporadas, com mais uma opcional como quer o clube, ou de três, como pretende o treinador. Conforme noticiou o Jornal Record, a entidade londrina pagará um mínimo de 7,5 milhões de euros por ano (se o contrato for de 3 anos) e um máximo de 8 milhões (se o acordo for apenas de 2 anos, mais a opção). Em aberto estão ainda alguns detalhes de ordem financeira e fiscal que as duas partes deixaram para acertar numa futura reunião em Londres, assim que Scolari concluir a ligação junto à Federação Portuguesa de Futebol. Esses detalhes serão concluídos entre Gilmar Veloz, o agente de Scolari, a firma inglesa que faz a gestão da imagem há mais de 10 anos, e o diretor financeiro do Chelsea, Eugene Tenenbaum que, para o efeito, deverá utilizar a casa financeira que gere na praça londrina Milhouse Capital UK Ltd, responsável pela gestão dos contratos de quase todos os grandes nomes do clube.

Redação Sport Marketing