20 de jun de 2008

COI e FIFA contra fraudes e apostas

As operadoras de apostas on-line estão esperando uma grande movimentação durante a janela de duas semanas dos Jogos Olímpicos e a anfitriã China é conhecida como um país ávido pela "jogatina", com mais de US$100 bilhões jogados anualmente por cidadãos chineses. A fim de não macular a imagem dos Jogos Olímpicos, o International Olympic Committee - Comitê Olímpico Internacional (COI) fechou contrato com a Early Warning Systems, uma companhia suíça que trabalha em associação com FIFA, a qual monitora mais de 200 cassinos on-line e casas de apostas. O COI planeja, em um futuro próximo, exigir que todos os participantes dos Jogos Olímpicos, incluindo juízes, treinadores e até jornalistas assinem um acordo concordando em não participar de apostas ou jogos on-line para não promover este tipo de atividade durante o mega evento olímpico. Porém, alguns especialistas acreditam que estas medidas não são suficientes. O site de apostas on-line Betfair, de uma organização no Reino Unido que, recentemente, ajudou oficiais do futebol e do tênis a localizar potenciais manipulações e fraudes em resultados de eventos, diz que é preciso mais transparência para combater as apostas e as manipulações dos eventos esportivos. Enquanto o Betfair provê todos os dados dos clientes de apostas quando surgem circunstâncias de desconfiança, a Early Warning Systems recebe a maior parte das informações de agências anônimas. "Corrupção está diretamente relacionada aos jogos e é uma grande ameaça para integridade do esporte" - disse Andrew Twaits, diretor do site de apostas Betfair. O problema das apostas, fraudes e manipulação de resultados também preocupa a FIFA que em 2005, fechou um acordo de parceria com a World Lottery Association (WLA) - Associação Mundial de Loterias, formalizando um trabalho de parceria para proteger e manter a integridade do futebol e, ao mesmo tempo, dar proteção aos membros, sistemas e produtos da WLA. Sob o acordo, a WLA provê serviços para a Early Warning Systems como informações para ajudar em investigações de suspeitas sobre apostas que sejam fora dos padrões, rumores sobre a credibilidade de uma partida, especulações conectadas a eventos FIFA ou quaisquer outras informações relevantes que possam ser úteis. Os vários escândalos relacionados a apostas em anos recentes, inspiraram a FIFA a instalar o primeiro sistema de advertência antes da Copa do Mundo FIFA de 2006, na Alemanha e para proteger a integridade do futebol, a FIFA já estendeu o contrato com a Early Warning Systems para a Copa do Mundo FIFA de 2010. A Early Warning Systems é uma companhia com escritórios em Zurich fundada especificamente para este propósito. A empresa começou os trabalhos em 1 de julho 2007. As ações da FIFA são planejadas para prevenir que as apostas tenham qualquer impacto negativo nas partidas de futebol e, ao mesmo tempo, despertar uma consciência do aumento deste problema na comunidade do futebol. Como medida de prevenção, a FIFA assina contratos via a companhia Early Warning Systems com editoras de livros e casas de apostas, cujas cláusulas exigem que seja comunicada qualquer irregular e atividades de apostas. O crescimento dos jogos de apostas está diretamente ligado aos avanços da tecnologia e da internet que está tendo uma influência crescente no futebol em nível nacional e internacional.

Leandro Rabello - Correspondente Sport Marketing - Londres