30 de jun de 2008

Castrol renova com a FIFA até Copa de 2014 no Brasil

Com o final da UEFA EURO 2008, o foco do mundo do futebol se volta para a África do Sul, culminando com a Copa do Mundo de 2010. A Castrol, renovou contrato de patrocínio com a FIFA como um patrocinadora da Copa do Mundo até 2014. A sociedade representa sem dúvida o maior negócio de patrocínio nos 100 anos de história da companhia de lubrificantes. A notícia indica que para a Copa do Mundo do Brasil, a FIFA já tem o primeiro patrocinador que poderá explorar o evento mundialmente. Os valores da negociação não foram divulgados. "Nós temos muito prazer em dar as boas-vindas a Castrol como parceira mundial do futebol. A Copa do Mundo FIFA, com mais de 26 bilhões espectadores de tv, atrai um volumoso envolvimento de fãs. Com o Performance Index - Índice de Performa, a Castrol realça a experiência dos fãs com dados exclusivos da velocidade dos jogadores, eficiência e apresentação em partidas. Os dados do índice são desenvolvidos por peritos do futebol renomados como Arsène Wenger, Ottmar Hitzfeld e Emilio Butragueño e sublinha paixão da Castrol pelo jogo" - disse o presidente da FIFA Joseph S. Blatter, antes de adicionar: "Este acordo não só destaca a confiança da FIFA na África do Sul e no Brasil como nações anfitriãs, mas também mostra que a comunidade de negócios globais crê incrivelmente no impacto positivo que estes eventos terão" - finalizou. Quem acompanhou os jogos da EURO 2008 pôde perceber que, além das informações tradicionais sobre o jogo (escanteios, faltas etc) apareciam os índices de quantos quilômetros os jogadores percorreram em campo, o Performance Index, que levava o logo do patrocinador. "Eu escolhi trabalhar com a Castrol porque o patrocínio do futebol vai além de simplesmente promoções de ingresso e promoção da marca. O desenvolvimento e lançamento de um novo índice de performance foi algo que realmente me interessou" - disse o gerente do Arsenal, Arsène Wenger, que é embaixador da Castrol. A partir da concretização deste contrato, a Castrol detém todos os direitos de marketing globais com exclusividade nas várias categorias de lubrificantes, fluidos de transmissão, óleo e gás. "Nosso investimento no futebol provou ser um sucesso tremendo e permitiu que a Castrol desenvolvesse novas oportunidades de um modo que adicionou valor aos nossos companheiros de negócios, recompensaram fãs e motivaram nosso pessoal " - disse Mike Johnson, vice-presidente sênior de lubrificantes da marca. A hierarquia do plano de marketing FIFA inclui: seis parceiros FIFA, seis a oito patrocinadores da Copa do Mundo FIFA e seis parceiros nacionais. Os seis membros da categoria parceiros FIFA são: adidas, Coca-Cola, Emirates Airline, Hyundai, Sony e Visa. Entre os patrocinadores da Copa do Mundo FIFA estão: Anheuser-Busch, Castrol, Continental, McDonald´s, MTN e Satyam - restando ainda duas "vagas". FNB e Telkom são duas das seis possíveis patrocinadoras nacionais.

Leandro Rabello - Correspondente Sport Marketing - Londres