6 de mai. de 2008

TIM nega fim de contrato com o Fenômeno

A TIM negou a notícia publicada pelo colunista Ancelmo Góis, do jornal "O Globo" a qual afirmava que a operadora teria rescindido contrato com Ronaldo em detrimento ao escândalo sexual no qual o Fenômeno se envolveu com três travestis. "Considerando as circunstâncias envolvendo o jogador Ronaldo, a Tim não vê motivos para o cancelamento do contrato com o craque" - disse a assessoria da empresa ao portal "Meio & Mensagem". O jogador cujo acordo com o Milan está prestes a terminar, ainda tem a receber operadora de telefonia celular até o final do ano aproximadamente US$ 3 milhões. O valor total do acordo está estimado em US$ 4,8 milhões. Nike, Ambev, Crescina e Santander são as outras empresas que Ronaldo também endossa. Os travestis Andréia e Carla deram prá traz no depoimento na 16ª DP e após três horas, os dois contaram para o delegado-titular Carlos Augusto Nogueira que não houve sexo e muito menos consumo de drogas com Ronaldo.

Redação Sport Marketing