6 de mai. de 2008

O fim da agrura da Super Aguri na F1

A falta de patrocínio e os graves problemas financeiros levaram a Super Aguri, dos pilotos Takuma Sato e Anthony Davidson, a retirar-se da F1. Um dia após os caminhões de apoio da equipe terem sido impedidos de entrar no circuito de Istambul, onde no próximo domingo se disputa a quinta prova da temporada, o dono da escuderia japonesa, Aguri Suzuki decidiu cessar toda a atividade. A equipe somou dívidas superiores a 60 milhões com a Honda. Agora o circo segue com apenas 10 equipes.

Redação Sport Marketing