30 de mai. de 2008

Meio Ambiente: SKF nos Jogos Olímpicos de Beijing

A SKF foi escolhida pela chinesa Goldwind para fornecer energia limpa, ou seja, energia elétrica limpa para todo o complexo esportivo durante o evento, durante os Jogos Olímpicos de Beijing. A empresa sueca vai fornecer os rolamentos necessários para a fabricação de 33 turbinas de geração de energia eólica que a chinesa Goldwind, especializada neste tipo de produto, fabricará para os Jogos de Beijing. As turbinas que serão entregues são de 1.5 MW, as maiores que a Goldwind pode fornecer. Desde o primeiro contrato firmado entre a organização dos Jogos Olímpicos e a Goldwind, mais 10 turbinas já foram encomendadas, sempre com a SKF envolvida. Desta forma, o projeto já prevê a entrega de 43 turbinas, o que permitirá gerar altas quantidades de energia eólica em Beijing, garantindo o abastecimento de eletricidade limpa para o local mesmo após o término dos jogos. O grupo sueco SKF é líder mundial nas plataformas de rolamentos, vedações, sistemas de lubrificação, mecatrônica e serviços na área de confiabilidade em manutenção industrial. Dono de um faturamento de US$ 7,2 bilhões em 2006, o grupo está presente em 130 países, com 100 plantas industriais espalhadas pelo mundo e 15 mil distribuidores autorizados. No Brasil, a SKF emprega 650 funcionários. O faturamento da unidade local em 2006 foi de R$ 550 milhões, 10% superior ao registrado em 2005. No segmento industrial, a SKF tem clientes como Votorantim, Gerdau, Cargill, Melhoramentos, Klabin, Petrobras e Bunge. Já no automotivo, a companhia atende grandes montadoras como Fiat, Ford, GM, Volkswagen, DaimlerChrysler, Volvo e Scania.

Redação Sport Marketing