17 de mai. de 2008

FINA cede à pressão das marcas

A FINA (Federação Internacional de Natação) estabeleceu uma nova data para reavaliar os novos maiôs tecnológicos antes dos Jogos Olímpicos de Beijing. Será feita uma sessão especial no dia 3 de junho, para atender às marcas que ainda não tiveram os maiôs aprovados. A data foi escolhida para que as fabricantes tenham tempo de fabricar os trajes até agosto, se conseguirem o aval. A Speedo foi a primeira a lançar um maiô, o LZR Laser (foto), dando início a um forte debate sobre a influência ou não do traje na performance dos atletas nas piscinas. Os nadadores que utilizaram os maiôs desenvolvidos pela Speedo com a tecnologia da NASA quebraram 37 recordes mundiais e fomentaram o debate sobre a real influência do maiô na performance dos atletas (ver arquivo de matérias Sport Marketing -França mela maiô LZR Racer Speedo, Speedo lança novos modelos olímpicos). O técnico italiano Alberto Castagnetti sugeriu que o LZR seria "doping tecnológico". Já a fabricante norte-americana TYR Sport entrou com um processo contra a Speedo, a quem acusa de confabular junto ao Comitê Olímpico dos EUA para que os tops do país rompam contratos e passem a nadar com o LZR. A FINA aprovou o uso do traje em Beijing. As marcas italianas Arena e Diana também devem apresentar novos modelos à entidade dia 3 de junho. A Mizuno já fez e apresentou o maiô dela (ver arquivo de matérias Sport Marketing - Maiôs de gel Mizuno).

Redação Sport Marketing