30 de mai. de 2008

FIFA cria emendas em estatuto da entidade e novas regras

O Congresso da FIFA apoiou, quase que integralmente, a proposta de emenda do estatuto da entidade que regulamenta a permissão para jogadores defenderem seleções de outros países que não o de origem. De acordo com a nova emenda, a FIFA ampliou o período de vivência em outro país para cinco anos, como parte do projeto do presidente da entidade, Joseph Blatter, de reduzir o número de jogadores naturalizados no esporte. O sistema anterior permitia que jogadores que nunca haviam jogado pela seleção do país de origem pudessem defender outra nação, caso morasse no novo país por pelo menos dois anos, ou tivesse pais ou avós que nasceram lá. Outra alteração estipulada pela FIFA foi com relação às regras sobre rebaixamento e promoção de clubes, proibindo a prática em alguns países de se vender vagas em divisões superiores.

Redação Sport Marketing