15 de mai. de 2008

Empresa ligada ao Grêmio sob investigação

O Ministério Público de Portugal, investiga a empresa TBZ, integrante do consórcio que irá construir a nova arena do Grêmio (foto), em Porto Alegre. A notícia foi divulgada pelo jornal 24 Horas, de Portugal. A razão das investigações seria uma desconfiaça de emissão de cheques sem fundo, sustação irregular de cheques e, até mesmo, de falsificação de produtos dos clubes que a empresa representa. O Grêmio, no entanto, diz não estar preocupado. Segundo declarou ao jornal Zero Hora o vice-presidente de planejamento do clube gaúcho, Eduardo Antonini, o consórcio da TBZ com a OAS somente vai ser assinado mediante seguro. De acordo com Antonini, o atual Estádio Olímpico só será entregue ao consórcio - uma prerrogativa do contrato - quando receber um patrimônio de maior valor, no caso, a nova arena. O projeto em que a TBZ se inclui foi escolhido no final de março pelo Conselho Deliberativo do Grêmio (ver matéria no arquivo Sport Marketing).

Redação Sport Marketing