7 de abr. de 2008

Rogge, roga pela paz

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, apelou por uma resolução pacífica para a crise no Tibet, num momento em que a Tocha Olímpica é alvo de protestos pelos locais onde passa. Rogge se mostrou "muito preocupado" com os distúrbios no Tibet, condenou o uso de violência, incompatível, segundo ele, com os valores dos Jogos. "Apelamos a uma resolução rápida e pacífica da crise no Tibet, que eclodiu uma série de protestos em todo o mundo" - declarou Jacques Rogge, segundo o qual “qualquer que seja a razão, a violência não é compatível com os valores da Chama Olímpica ou dos Jogos Olímpicos". As declarações de Rogge, durante uma visita a Beijing para contatos com representantes dos Comitês Olímpicos Nacionais, demonstram uma preocupação e reconhecimento do COI e da comunidade internacional com os episódios no Tibet e temor de que isso possa manchar o evento. A Tocha Olímpica chegou a Paris, depois de uma tumultuosa passagem por Londres onde foi acompanhada de protestos devido à repressão dos direitos humanos no Tibet. A comunicação social francesa aproveita a chegada da Tocha Olímpica para questionar a posição do presidente Sarkozy em boicotar ou não a cerimônia de abertura dos Jogos.

Redação Sport Marketing