15 de abr. de 2008

Mercado: Samsung lança celular com TV digital

Vem aí um novo pacote de celulares para o Brasil, incluindo um modelo pronto para receber sinal de TV digital. sta é a mais nova aposta da Samsung que busca alcançar a liderança no mercado nacional de celulares. Até o final do ano, a Samsung, patrocinadora oficial do programa de marketing TOP olímpico, pretende chegar a pelo menos 20 lançamentos, mesmo número do ano passado. "Temos tudo para sermos líderes no mercado brasileiro de celulares" - disse o vice-presidente executivo da companhia, José Roberto Campos. " O crescimento mundial da empresa como um todo é um dos fatores que contribuem para sua avaliação" - afirmou. " A demanda no Brasil por aparelhos com TV digital é muito grande" - disse o diretor da divisão de Telecom da empresa no país, Oswaldo Mello. O aparelho, que será disponibilizado apenas pela operadora Vivo, já teria despertado o interesse de outras concorrentes - inclusive de fora de São Paulo, onde o sinal de TV digital ainda não está disponível. Mello confirmou, em entrevista ao portal Valor on line, que a Vivo deverá ter programas de subsídio aos assinantes que quiserem adquirir o modelo com TV digital, mas no plano pós-pago, claro. Ele avalia que o interesse das operadoras em TV digital, embora tenha sido limitado no início das transmissões, tem crescido. Por isso, talvez o preço ao consumidor acabe sendo, com subsídio maior, até mais baixo do que prevíamos, acrescentou. O preço sugerido do aparelho é de R$ 1.499. A Samsung elevará a capacidade de produção de celulares no Brasil de 6 para 10 milhões de telefones. A ampliação é motivada pelo crescimento esperado este ano, tanto nos atuais modelos do portfólio como dos aparelhos de terceira geração que a companhia pretende lançar e dos celulares com sinal de TV digital, cujo primeiro exemplar chega ao varejo no próximo final de semana. Sem revelar valor exato a ser gasto no aumento da produção, o vice-presidente executivo da Samsung no Brasil, José Roberto Campos, afirmou que nos últimos três anos, os investimentos foram de em média 100 milhões de dólares (ao ano). "Quero crescer ainda mais este ano" - afirmou. De acordo com Oswaldo Mello, diretor da divisão de telecomunicações da Samsung Brasil, no ano passado o volume de celulares vendidos pela companhia cresceu 50 por cento em relação ao ano anterior. "Em 2008, a produção está preparada para um aumento de 50 a 100 por cento", afirmou.
O mercado brasileiro como um todo vendeu cerca de 40 milhões de celulares no ano passado. Este ano, a empresa acredita que o país consuma "entre 40 milhões e 42 milhões", mas a participação das trocas de modelos deve ser maior que a entrada de novos assinantes. "Em 2007, falavam em 35 milhões de unidades, mas o mercado acabou sendo de 40 milhões, dos quais 40 por cento foram trocas. Este ano, a fatia de troca deve ser superior a 50 por cento" - explicou Campos.

Redação Sport Marketing