27 de abr. de 2008

Coréia do Sul protesta no Revezamento da Chama

Na Coréia do Sul o Revezamento da Tocha não foi diferente. A capital Seul se juntou a várias cidades como Londres, Paris, Atenas, San Francisco e Japão ao entrar para a história pelas manifestações com relação à política externa da China. Entretanto, a maior presença foi de manifestantes pró-China, que carregando bandeiras e cartazes em apoio à política chinesa, acompanharam o desfile de 24 quilômetros entre o Parque Olímpico e a prefeitura. Os chineses tiveram que ser contidos por tropas de choque da polícia ao ameaçarem atirar pedras contra os manifestantes contra China. A segurança contou com 120 policiais correndo junto com a tocha, além de um helicóptero. A Tocha chegou à Coréia do Sul vinda do Japão, onde a passagem provocou tumulto em Nagano. A Chama Sagrada de Olympia agora egue para a Coréia do Norte, onde a expectativa é de que a passagem por Pyongyang ocorra sem incidentes.

Redação Sport Marketing