16 de abr. de 2008

Batata quente, quente, quente...queimou....

Quem não se lembra da brincadeira dos tempos de criança conhecida como "batata quente"? Pois bem, o Revezamento da Tocha Olímpica de Beijing se transformou na brincadeira de "batata quente" - ninguém quer ficar muito tempo com a batata na mão e o ideal é passar logo para outro país os possíveis problemas. A passagem da Tocha, que normalmente é um deleite da humanidade virou uma carreata de desgostos e manifestações. Com medo de possíveis protestos as autoridades japonesas anunciassem o cancelamento de um dos eventos previstos para O Revezamento da Tocha Olímpica pela cidade de Nagano, informou a agência "Kyodo". Um funcionário municipal de Nagano, que trabalhou nos Jogos Olímpicos de Inverno em 1998, informou o cancelamento do evento, que estava previsto para ser realizado depois de concluída a passagem da Tocha por esta cidade japonesa. A decisão foi tomada após as interrupções provocadas pelos manifestantes em Londres, Paris e San Francisco, em protesto contra o Governo chinês. Após a passagem por Nagano, onde a Polícia japonesa se encarregará sozinha da segurança, o Chama Sagrada viajará para Tóquio. Em Nova Deli, quarenta e sete pessoas foram detidas quando se manifestavam a favor da causa tibetana frente à embaixada da China, segundo fonte policial. De acordo com a fonte, os manifestantes gritavam palavras de ordem contra as autoridades de Beijing, às portas do edifício, que alberga a sede da delegação diplomática chinesa na zona de Chanakyapuri, onde também se encontra a embaixada dos Estados Unidos. Um elemento da polícia, citado pela agência de notícias indiana PTI, afirmou que os manifestantes, que tentaram romper o cordão de segurança frente à embaixada, confrontaram-se com forças policiais. Segundo estas fontes, 60 pessoas foram detidas. Estas detenções ocorreram horas antes da chegada da Tocha Olímpica a Nova Deli, procedente de Islamabad, Paquistão. As autoridades indianas anunciaram ter destacado um forte dispositivo de segurança para garantir que a passagem da tocha ocorra sem incidentes.

Redação Sport Marketing