22 de mar. de 2008

Protestos contra os Jogos Olímpicos em Marselha

Milhares de pessoas, segundo fonte policial e da organização, desfilaram em Marselha contra os Jogos Olímpicos de Beijing como resposta ao apelo feito pela associação tibetana, Tibet Destination Rangzen (TDR)."Esporte sim, mas os direitos humanos em primeiro lugar", gritaram os manifestantes enquanto içavam as bandeiras do Tibet durante a passeata, onde também se viram alguns cartazes da Anistia Internacional. Outros slogans como "Não aos Jogos Olímpicos da vergonha", "Liberdade para o Tibet", "Colonos chineses fora do Tibet", foram cantados após um início de desfile em silêncio como homenagem às vitimas da repressão."Trata-se de obter um empenho bem forte por parte do Presidente da Républica para pôr os nossos valores em primeiro lugar. Nós somos o país dos direitos humanos e não é possivel que não haja uma reação pública à repressão dos tibetanos", declarou François Corona, presidente da associação TDR. A associação pretende abortar a "Cerimônia da vergonha que constitui a passagem da chama olímpica por Paris, a 7 de Abril". A associação prevê, ainda, que "em caso de silêncio por parte da França", a passagem da chama olímpica vai ser trocada por uma chama tibetana.

Redação Sport Marketing