28 de mar. de 2008

Novela Ronaldiana

Estão cada vez mais fortes os rumores de que Ronaldinho pode ir para outra equipe e deixar o Barcelona. O Sport Marketing anunciou a intenção da Inter de Milão que pretende fazer uma proposta a Ronaldinho Gaúcho (ver aquivo de notícias), porém, para realizar o acordo, o clube italiano contará com a ajuda da Nike, empresa fornecedora do seu material esportivo e que também patrocina o craque e do próprio atleta, que entraria com uma quantia para ajudar no pagamento da multa rescisória. O irmão e empresário de Ronaldinho Gaúcho, Roberto de Assis, em entrevista à rádio "RAC 1", negou que vai utilizar o artigo 17 do regulamento de transferências da Fifa para romper o contrato com o Barça. A regra permite ao jogador rescindir unilateralmente com o clube e ir para um time estrangeiro, desde que tenham se passado três anos da assinatura de contrato, ou só dois anos, no caso de o atleta ter mais de 28 anos."Não passou pela nossa cabeça. Não tivemos nenhuma intenção de usar isso para deixar o clube", afirmou Assis. Se Ronaldinho usasse o artigo 17, também conhecido como "caso Webster", o valor da multa pela rescisão contratual cairia de 125 milhões para 16 milhões de euros. Assis também desmentiu a notícia veiculada pelo jornal espanhol "Marca", sobre a compra dos direitos federativos do irmão ao final da temporada 2007-2008, já que é dono de um clube no Rio Grande do Sul, o Porto Alegre Futebol Clube. De acordo com a imprensa espanhola, a direção do clube catalão esteve reunida para analisar o que fazer com o brasileiro e a saída dele no final da época é um dado praticamente certo. As constantes baladas e aparições em festas na noite de Barcelona reforçaram a idéia dos dirigentes catalães de que o médio não tem condições de continuar. Até entre os fãs, com quem tinha uma relação especial, Ronaldinho já não é o mais acarinhado. Estão longe os dias em que Ronaldinho Gaúcho era tratado como o menino dourado do Barça. Numa pesquisa realizada entre ‘aficcionados’ do Barça, 73 % defende a saída do brasileiro. De acordo com o jornal ‘Sport’, de Barcelona, existem duas alternativas: vender Ronaldinho ou negociar a rescisão amigável com o jogador. O ‘Sport’ assegura que Laporta não acredita que seja possível realizar um encaixe financeiro no substancial devido à fraca produção do jogador, mas o jornal a ‘Marca’ garante que o Fenerbahçe estaria disposto a pagar 90 milhões pelo craque.

Redação Sport Marketing