21 de mar. de 2008

Chafurdando a notícia

Há aproximadamente uma semana, a equipe Sport Marketing noticiou com exclusividade e, em primeira mão, a chegada da equipe de cineastas chineses no Brasil para a filmagem do longa metragem oficial dos Jogos Olímpicos de Beijing. Vários veículos entraram em contato, ao longo deste período, com a redação Sport Marketing interessados na matéria como, por exemplo, a Folha de São Paulo e o Lancenet! Eis que ontem, em Fortaleza, quando a equipe de filmagem da CCTV - emissora estatal chinesa, detentora dos direitos de transmissão dos Jogos e responsável pelo documentário estava filmando, apareceu um repórter da Rede Globo, Rio de Janeiro, para fazer a matéria sobre o documentário. O surpreendente disso tudo foi a capacidade do egóico repórter de "vender" na matéria irá ao ar no Globo Esporte de hoje, o ineditismo e a exclusividade da notícia! "Em primeira mão..." diz ele em um dos teasers e stands ups que gravou. Além de mostrar uma profunda falta de informação, nem precisa ser dito, que o repórter nem se deu ao trabalho de mencionar na matéria a importância desse filme para a disseminação do Olimpismo e, muito menos, a participação de um profissional brasileiro na equipe de produção do documentário. Já era de se esperar, afinal de contas, na corrida desenfreada por conseguir carimbar o passaporte para participar de uma transmissão olímpica, muitos "coleguinhas" daqui prá frente vão chafurdar notícias, vender ineditismos, exclusividades inexistentes... Vale tudo para alimentar o próprio ego e/ou ir a Beijing! Portanto, não se enganem, porque nem sempre carinha bonita significa credibilidade jornalística! Além disso, o repórter da Globo não era o único jornalista na área e nem a mega emissora, o único veículo de comunicação! De inédita e exclusiva, a matéria não tem nada! O arquivo de notícias do Sport Marketing prova isso.

Redação Sport Marketing