15 de mar. de 2008

CCR patrocina Projeto Grael

Por meio de suas concessionárias NovaDutra, Ponte S.A. e ViaLagos, a Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), a maior empresa de concessão de rodovias do país, inicia este mês os primeiros investimentos em apoio a projetos e marketing esportivo. O primeiro contemplado é o Projeto Grael, coordenado pelo Instituto Rumo Náutico, que já atendeu mais de 4.500 crianças em quase dez anos de atividades. Os recursos chegarão ao instituto por meio de um convênio – fundamentado no Estatuto da Criança e do Adolescente – celebrado entre o Ministério do Esporte e o Conanda (Conselho Nacional da Criança e do Adolescente) e possibilitarão atender cerca de 300 alunos neste primeiro semestre. As atividades são oferecidas de acordo com a faixa etária e turmas disponíveis, com cursos de noções de natação (para os que ainda não sabem nadar), vela (iatismo), artes, musicalização e marcenaria. O projeto também tem seu viés profissionalizante. Alunos com mais de 16 anos participam de aulas de costura náutica, mecânica de motores náuticos, carpintaria naval, fibra de vidro, refrigeração para embarcações, noções de meteorologia e oceanografia e meio ambiente. A Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), a maior empresa de concessão de rodovias do País e uma das maiores da América Latina, foi criada em 1998 e controla seis concessionárias do setor: AutoBAn (SP), NovaDutra (SP-RJ), RodoNorte (PR), Ponte S.A. (RJ), ViaLagos (RJ) e ViaOeste (SP). O conjunto de empresas controladas pela CCR é denominado Sistema CCR. Suas rodovias somam 1.452 quilômetros, o equivalente a 14,7% das rodovias concedidas no Brasil. A CCR detém a participação de 10% na concessão da Northwest Parkway, em Denver, Colorado, EUA. No mercado nacional, a CCR assinou contrato de compra e venda de ações sob condições suspensivas para a aquisição de 40% do capital da concessionária Renovias, em março de 2008. O controle de seu capital é dividido entre grandes grupos empresariais brasileiros e um português, a Brisa. De suas ações ordinárias, 29% são negociadas no Novo Mercado da Bovespa, também de acordo com modelos contábeis internacionais. A companhia pertence aos índices IBrX-50, IBrX-100, MSCI Latin América, Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE, pelo terceiro ano consecutivo) e Ibovespa. Foi a pioneira no ingresso ao Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo, o segmento mais rígido do mercado acionário brasileiro.

Redação Sport Marketing