7 de mar. de 2008

Benfica terá canal a cabo

Vem aí uma novidade que promete movimentar os torcedores do Benfica. O Canal Benfica deve estar pronto entre julho e setembro. O lançamento do canal e a direção do projeto, que será acessível ao público através de assinatura, são da responsabilidade da Cherry Entertainment, produtora dirigida por Francisco Penim, Pedro Costa e Gonçalo Castel-Branco. Fundada no mês passado, a produtora de Francisco Penim é a responsável pela direção do projeto do Canal Benfica. A Cherry Entertainment vai fazer a montagem do projeto, preparar a marca, definir um modelo de negócio e uma primeira grelha de conteúdos. “O Benfica é o melhor cliente que podíamos ter. Estamos todos muito contentes, pois existiam uns vinte cães atrás deste osso”, revela o diretor-geral da produtora, Francisco Penim. Através da Cherry Entertainment, Francisco Penim pretende desenvolver projectos na área do entretenimento. Após três anos de negociações com a SIC, canal que detinha os direitos de transmissão dos jogos, o Benfica decidiu que queria controlar os conteúdos do canal. A Zon Multimédia (TV Cabo) e a Portugal Telecom (Meo) não quiseram comentar a possibilidade de estarem em negociações com o clube. Na Europa, vários times de pontajá tem um próprio canal de tv. O canal do Chelsea, porexemplo, foi lançado em agosto de 2001, oferece oito horas da mais variada programação sobre o dia-a-dia da equipe britânica e é exibido pela Sky Digital. É possível que venha a ser transmitido por outros operadoras. A assinatura do canal do antigo clube de José Mourinho custa cerca de seis euros por mês. O canal da Inter de Milão também é transmitido pela Sky e proporciona 24 horas de informação aos seus torcedores do time. A operadora a cabo oferece ainda vários pacotes, distribuídos por diferentes categorias. As assinaturas chegam aos 15 euros por mês. O Real Madrid também tem o próprio canal de tv. Lançado a 1 de fevereiro de 2005, está disponível na Espanha, França e Inglaterra via satélite. Apresenta uma programação de 24 horas por dia sobre a equipe espanhola. A assinatura custa seis euros por mês. O Barcelona também está na lista dos times com canais próprios. É transmitido via cabo e pela internet. Apresenta resumos detalhados dos treinos e jogos e também entrevistas com personagens da história do clube. A assinatura custa cinco euros por mês. O canal do Liverpool pode ser visto através do site ou pelos pacotes da Setanta Sports, que custam dez euros por mês. Através da Sky Network o pacote custa 13 euros mensais. As assinaturas feitas pela internet são, geralmente, mais baratas. No Brasil, os times começam a se movimentar no sentido de ter um próprio canal de tv.

Redação Sport Marketing