6 de fev. de 2008

Tecnologia e esporte - uma união indispensável

Os Jogos Olímpicos podem ser considerados o primeiro e maior laboratório de novas tecnologias e conceitos de materiais esportivos. O livro Ouro Olímpico - a história do marketing dos aros relata que desde que o primeiro par de sapatilhas (Adidas) utilizado pelo velocista Jesse Owens, quatro medalhas de ouro em Berlin 1936, o consumo de materiais esportivos não parou mais, na mesma proporção que as indústrias passaram a correr atrás da perfeição tecnológica, a fim de garantir maior conforto e performance ao atleta. Ao longo dos séculos, o efeito marketing vem ajudado e muito na proliferação dos modelos, tipos e marcas de produtos existentes no mercado. Na Asics, por exemplo, marca especializada em equipamentos para corridas e maratonas, essa preocupação fica ao encargo da equipe do engenheiro Tsuyoshi Nishiwaki, gerente do Instituto de Esportes e Ciências. Segundo Tsuyoshi Nishiwaki, há 10 anos, o laboratório da Asics no Japão, projeta estruturalmente os calçados, as roupas e os equipamentos, como luva de beisebol, bola etc; testa a durabilidade do material; desenvolve um material exclusivo usado no solado dos calçados. Uma das mais importantes tecnologias criadas pela equipe de Tsuyoshi foi um sistema antideformação que possui excelente amortecimento ou outro que tem perfeito encaixe nos pés.
Em ano olímpico, as empresas certamente irão expor nas arenas esportivas de Beijing 2008 novos produtos e tecnologias. É esperar para ver.
Redação Sport Marketing